Planejando e administrando as atividades da igreja

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1914 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Planejando e Administrando as Atividades da Igreja

CARVALHO, Antônio Vieira de. Planejando e Administrando as Atividades da Igreja. São Paulo: Exodus, 1997, 104 PP.

Na passagem bíblica de Atos 15, onde houve uma grande polêmica a respeito da circuncisão entre os recém-convertidos não judeus, chama particular atenção a reunião da liderança da igreja em Jerusalém. O que aconteceu foi umaampla participação de todos os responsáveis pela atividade missionária da igreja.
As relações cooperativas e fraternas de trabalho na comunidade cristã (I Co 12.27) são indispensáveis para a permanência de um ambiente de confiança entre os integrantes da igreja.
Quando Jesus andava pelas estradas e aldeias da Palestina, um grupo de seguidores, a começar pelos 12 apóstolos, o acompanhava para ondequer que fosse. Nascia, assim, a comunidade cristã.
Planejar + anunciar + ensinar. Foi com esses três verbos de ação divina – vividos plenamente por Jesus Cristo – que novos seguidores foram se agregando àqueles que optaram por uma nova vida de arrependimento e conversão a Cristo.
Surge, nesse contexto, a necessidade de Jesus distribuir tarefas e encargos aos apóstolos. O crescimento da igreja fezcom que surgisse o planejamento das atividades dos seguidores de Jesus.
Podemos identificar o planejamento eclesiástico como a função administrativa da igreja, compreendendo a utilização de diretrizes e programas com vistas à consecução dos mandamentos de Jesus Cristo.
O primeiro passo no processo de planejamento na igreja é o estabelecimento de objetivos.
As metas principais da igreja jáforam determinadas por Jesus Cristo: salvação, ensinar as verdades do evangelho aos novos convertidos. Esses dois objetivos centrais – anunciar e ensinar – devem ser os parâmetros de qualquer congregação viva do Senhor Jesus.
Escolha de procedimentos, segunda fase do planejamento escolástico, refere-se à indicação de como a igreja deve proceder para atingir seus objetivos centrais.Os procedimentosadotados pela igreja mostram um caminho ou caminhos em direção aos objetivos.
O estabelecimento da previsão orçamentária é o terceiro passo a ser considerado no planejamento da igreja. Os orçamentos são concebidos como meios de controle administrativo de qualquer organização, inclusive da igreja.
A fonte primeira de arrecadação de fundos de uma igreja provém da contribuição espontânea de seusmembros. Quando for possível, deve haver outras formas de obter recursos, como aplicações financeiras, etc.
O controle constitui uma função administrativa para verificar e corrigir o desempenho da igreja. O controle deve refletir a natureza e as necessidades da atividade. Exemplos de controles: orçamentos, relatórios setoriais das atividades da igreja, gráficos, etc.
Enquanto a organização do mundodos negócios visa resultados traduzidos em lucros monetários, a igreja não tem a finalidade no sentido comercial do termo.
Muitos procedimentos (métodos e técnicas) de organização aplicados aos negócios podem ser adaptados à igreja. O uso desses instrumentos administrativos só tem razão de ser na medida em que ajudam a comunidade cristã a cumprir com o seu propósito central: anunciar a salvaçãoem Jesus Cristo e instruir os novos convertidos.
O trabalho do Senhor através de sua igreja é uma constante cheia de dificuldades e desafios. Como atividade social, o trabalho exige uma organização que condiciona a estrutura de toda a sociedade.
O executivo da igreja local precisa saber quais são suas atividades básicas e complementares, quem o ajudará, com quem vai colaborar, quais são oscanais de distribuição disponíveis.
É preciso levar em conta, quando analisamos a organização da igreja, que ninguém é cristão sozinho.
Os membros da congregação estão unidos entre si, formando um corpo, cuja cabeça é Cristo. Assim, a comunidade cristã forma uma realidade complexa: divino-humana.
A passagem bíblica que descreve a cura do servo do centurião por Jesus (Mt 8. 5-13) projeta luz para...
tracking img