Planejamento local

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1236 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Planejamento e a Programação Local em Saúde (PPLS)

É considerado um instrumento importante para organizar as ações de Vigilância em Saúde no nível local do SUS, por se tratar de uma proposta metodológica que permite a negociação entre os diversos participantes interessados, com capacidade de agir em uma determinada situação de saúde sobre os problemas e ações de promoção, prevenção erecuperação dirigidas para a sua redução ou controle.
Enfoque Estratégico-Situacional
O Enfoque estratégico-situacional foi desenvolvido por Carlos Matus, um economista chileno, como forma de organizar processos e ações para atuar sobre situações problemas e atender às necessidades de uma população em um determinado território (localidade, município, estado,país).

Distrito Sanitário
É uma propostapara a organização dos sistemas locais de saúde. O DS seria a unidade operacional mínima do sistema, capaz de responder a maior parte dos problemas de saúde de uma população no nível local. O DS pressupõe uma base territorial onde se organizam unidades de saúde, força de trabalho, recursos financeiros e tecnológicos para resolver problemas e atender às necessidades de saúde.Territorialização

Sistema Geográfico de  Informações na Saúde, Geoprocessamento e Territorialização.
A cartografia vem sendo utilizado na área da Saúde como uma ferramenta para facilitar a cobertura da atenção básica a população.  A delimitação geográfica de um território permite a Saúde  conhecer características da população adscrita, bem comodesenvolver programas e projetos viáveis frente aos diagnósticos levantados. A base espacial do recurso da territorialização permite o levantamento de dados sobre a população e seus problemas de saúde, o impacto dos serviços de saúde na qualidade de vida da população, bem como  estreitar a relação de responsabilidade entre os serviços e a população, naquele espaço delimitado.
 

Objetivos:  
 Definiráreas territoriais de responsabilidade para as equipes locais de saúde visando a vigilância em saúde, com ações  em rede em detrimento a organização piramidal, tendo como meta a educação,  promoção e proteção a saúde.
Adotar a linguagem digital para a Saúde expor suas informações, através da representação espacial em mapas, explorando o campo promissor do geoprocessamento.
 
Conceitos: Micro-áreas de Saúde – É um nível de agregação de interesse da saúde. As micro-áreas  são correlatas ao Setores Censitários do IBGE no qual os limites são respeitadose/ousuperpostos de maneira que a base territorial é comungada e conhecida, possibilitando a agregação dos dados censitários com os epidemiológicos.
O acolhimento e os processos de trabalho em saúde
O acolhimento propoe que o servico desaude seja organizado, de forma usuario-centrada, partindo dos seguintes principios: 1) atender a todas as pessoas que procuram os servicos de saude, garantindo a acessibilidade universal; 2) reorganizar o processo de trabalho, a fim de que este desloque seu eixo central do medico para uma equipe multiprofissional - equipe de acolhimento -, que se encarrega da escuta do usuario, comprometendo-se aresolver seu problema de saude; e 3) qualificar a relacao trabalhador-usuario, que deve dar-se por parametros humanitarios, de solidariedade e cidadania. Por meio da investigação realizada, foi possivel observar um aumento significativo do rendimento profissional, dos servicos nao-medico, que passaram a atuar na assistencia; esse elevado rendimento profissional determinou, por consequencia, maioroferta e aumento extraordinário da acessibilidade aos serviços de saúde.
Epidemiologia
É o estudo que ocorre na saúde da população, sua distribuição e métodos de controle.
Saúde: estado de completo bem-estar físico, mental e social.
Doença: é o conjunto de sinais e sintomas expressão de alterações físicas, psicológica e social.
 Fatores determinantes do estado saúde-doença
fatores de...
tracking img