Petrografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4108 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Colégio Êxito
Técnico de mineração
Prof.: Luis Carlos Grass
Matéria: Estratigrafia
Aluno: Willian Jesus de Araújo



















As Bacias Petrolíferas do Brasil

















As bacias sedimentares brasileiras cobrem uma extensão de 4.400.OOOkm , incluindo as áreas submersas até a cota batimétrica de 2OOm. No presente trabaiho as bacias sãoclassificadas de acordo com o novo sistema proposto por Kingston et ahi (1983). Assim são reconhecidos três tipos gerais de bacias continentais, segundo o seu posicionamento em relação às placas:(1) interior (2)interior proximo as margens.e(3) marginal.


As bacias tipo interior (Paraná. Parnaíba e baixo, médio e alto Amazonas) foram depositadas em interiores contimentais e sao de idadepaleozoica. Não apresentao até o momento recursos pedrolificos significativos comercial, à exceção da bacia do alto Amazonas . onde diversas trapas ao longo do alinhamento estrutural do Juruá encerram acumulações de gás natural. Os estudos dessas bacias estão sendo retornados, no sentido de se detectar,em possíveis trapas estiutuiais para petróleo, resultantes de esforços teclonitos antes nãoadmitidos.
As bacias interiores a próximas à margem da placa - Açre e Tacutu foram originadas por tectónica de cisalhamento. Na primeira, por processos associados a 00 convergência de placas a origem andina, e na segunda, à zonas de falhas convergentes intraplacas. As pesquisas realizadas não deram resultados positivos e no momento a exploração está desadivada
As bacias marginais aplaca ou do tipo atlântico ocupam as partes costeira e submarina da margem continental brasileira, cuja origem e evoluçao relacionam-se aderiva dirvergende das placas africana e sul-americana durante o mezozoico com exeçao da bacia recôncavo/tucano cuja a origem está relacionada a uma fratura interior continental, todas as demais bacias marginais foram depositadas em depressões da margem continental(foz do amazonas ,costa do Pará - Maranhão, Barreirinhas-Ceara- Piauí, Potiguar, Sergipe - Alagoas, sul da Baihia, Espírito Santo, Campos, Santos e Pelotas).
As rochasque geraram praticamente todo petroleo ate agora descobertas nas bacias marginais foram depositadas durante o Neocominiano e o Aptiano.
Os maiores volumes recuperáveis de óleo estão concentrados nas bacias de Campos (nomar) e do Recôncavo (em terra). As reservas recuperáveis brasileiras em junho/84 atingiram 314,5 milhões de m3 de oleo , incluindo líquido de gás natural (LGN), e 81 bilhões de m3 de gás natural.


OS FATORES QUE CONTROLAM AS OCORRÊNCIAS DE PETRÓLEO

A ocorrência das acumulações de óleo e gás nafural nas bacias sedimentares depende da presença de determinados fatores geológicos eda sua correia associação no tempo e no espaço
São eles os reservatórios, as trapas, capacidade de geração e existências de mecanismo de migração que conduz os hidrocarbonetos das rochas geradoras para as rochas reservatórias encerradas nas trapas.

Os modernos projetos de exploração devem basear-se no conhecimento profundo sobre o comportamento desses tatores geológicos no âmbito das baciasque se propõem a investigar, f. imprescindível, para tanUi, que se incorporem agilmente em suas rotinas de trabalho os frutos do vertiginoso progresso que vem ocorrendo quanto aos conceitos científicos no campo das geociências e nas tecnologias de seus métodos de investgação

as bacias sedimentares brasileiras


classificação


O objetivo da classificação das bacias sedimentares éoferecer um sistema onde sejam agrupadas de acordo com afinidades genéticas e evolutivas, considerando as suas características geológicas gerais e as mais específicas. Procura-se criar modelos que permitam a previsão do comportamento dos fatores geológicos mais importantes para orientar a exploracão do petróleo nas diversas classes de bacias, bem como estimar o seu potencial petrolífero.
Vários...
tracking img