petrobras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (465 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
erça-feira, 03/03/2015, às 12:58, por Thais Herédia
A Petrobras salva o Brasil ou o Brasil salva a Petrobras?
A resposta dos investidores ao anúncio de “desinvestimento” feito pela Petrobras foirápida – e positiva. As ações da petrolífera abriram em alta com a notícia de venda de ativos para gerar US$ 13,7 bilhões de caixa para companhia. O mercado financeiro já esperava alguma medida dessetipo, mas não com esse montante.

O patrimônio da Petrobras é grande e vale muito. Não deve faltar interessado em adquirir algum naco de uma das maiores empresas do mundo. Afinal, tem para todos osgostos: exploração, produção, abastecimento, gás e energia. Só faltou dizer exatamente que ativos são esses: de muito ou pouco valor? Já em operação em construção? Imunes ao contagio da Lava Jato ounão?

“Se você pensar na cifra anunciada, de US$ 13 bilhões, isso é não relevante para o mercado como um todo. Claro que precisamos saber que ativos estarão à venda, mas não há dúvida de que háinteresse. Para se ter uma ideia, a Exxon Mobil (a maior do setor) tem um balanço de US$ 365 bilhões”, disse ao G1 um operador especialista no mercado de ações de um grande fundo de investimentos.

Adecisão da Petrobras pode aliviar a necessidade de financiamento da operação e, de quebra, fazer algum caixa. Acontece que, falar em desinvestimento num momento em que o investimento propriamente ditoestá em queda, gera novos alertas para o momento da recuperação da economia. A estatal é a maior “investidora” do país e toda vez que ela joga um seixo na água, as ondas vão se propagando pela cadeiade produção vinculada a ela.

“Para as empresas que compõem a cadeia de produção da Petrobras, machuca muito mais ficar sem receber o pagamento dos contratos em andamento, que foi suspenso emfunção das investigações da Lava Jato, do que a venda de alguns bilhões de dólares em ativos”, avalia o especialista. Ou seja, o “seixo” da corrupção é maior do que o da gestão da crise.

A batalha...
tracking img