Petrobras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 42 (10254 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Criando valor para você

PETROBRAS

26 de Junho de 2008

PETROBRAS

PETR4

26/06/2008

Preço atual – 25/03/08 Preço justo – Dez’08 Potencial de valorização

R$ 44,95 R$ 54,91 22,2%

Petrobras: energia como negócio de valor

Número de ações (milhões) Valor de mercado (R$ milhões) Valor da firma (R$ milhões) PVPA (x) LPA ’07 (R$) Dívida líquida/EBITDA (12m) Ações em mercadoMax./min. (52 semanas) (R$)

8.774 394.391 426.144 3,3x 3,37 0,3x 57,1% 53,68/21,27

EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO – E&P

2006 EV/EBITDA (x) P/L (x) ROE 8,1x 15,2x 32,9%

2007 8,4x 18,3x 22,1%

2008E 6,6x 12,4x 28,0%

2009E 4,9x 9,6x 30,0%

Performance PETR4 Ibovespa

30d -11,1% -7,8%

365d 80,1% 21,9%

2007 84,0% 43,7%

2008 2,3% 3,1%

Petrobras

IBOV

ABASTECIMENTO

DISTRIBUIÇÃO100

mar-08

nov-07

ago-07

out-07

dez-07

jan-08

mai-08

abr-08

jun-07

fev-08

set-07

jul-07

210.088

230.206

Receita Líquida

Ebitda

Lucro

jun-08

GÁS E ENERGIA

INTERNACIONAL

R$ million

158.239

170.578

51.233

50.275

64.002

79.461

25.919

2006

2007

21.512

2008 E

31.857

2009 E

41.127

R$ milReceita Líquida Lucro Bruto Margem Bruta EBITDA Margem EBITDA Resultado Financeiro Lucro Operacional Lucro Líquido Dívida Líquida

2005 136.605,0 59.497,0 43,6% 47.161,0 34,5% -3.213,0 36.680,0 23.725,0 24.825,0

2006 158.239,0 63.573,0 40,2% 51.233,0 32,4% -1.342,0 40.672,0 25.919,0 18.776,0

2007 170.578,0 66.180,0 38,8% 50.275,0 29,5% -785,0 35.978,0 21.512,0 26.670,0

∆07/06 7,8% 4,1%-1,4p.p. -1,9% -2,9p.p. -41,5% -11,5% -17,0% 42,0%

2008E 210.087,8 81.278,6 38,7% 64.001,5 30,5% -1.659,9 50.412,8 31.857,1 25.504,3

∆08E/07 23,2% 22,8% -0,1p.p. 27,3% 1p.p. 111,5% 40,1% 48,1% -4,4%

2009E 230.206,1 98.771,9 42,9% 79.461,2 34,5% -2.290,5 63.879,1 41.126,8 -2.996,5

∆2009E/ 2008E 9,6% 21,5% 4,2p.p. 24,2% 4,1p.p. 38,0% 26,7% 29,1% -

2010E 246.615,8 105.739,2 42,9% 86.170,634,9% -35,3 71.650,8 46.349,3 -23.463,8

∆2010E/ 2009E 7,1% 7,1% 0p.p. 8,4% 0,4p.p. -98,5% 12,2% 12,7% -

Fundo de investimento não conta com a garantia do administrador do fundo, do administrador da carteira, de qualquer mecanismo e seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos – FGC. A rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. Ao investidor é recomendada aleitura cuidadosa do prospecto e do regulamento do fundo de investimento ao aplicar seus recursos.

Relatório elaborado pelo analista Lucas Brendler, CNPI. lucas@gerafuturo.com.br

1 / 17

VISÃO GERAL DOS NEGÓCIOS Reavaliamos nossas principais premissas de projeção para o setor de petróleo e gás, bem como as expectativas macroeconômicas, com vistas a adequar o atual cenário em que a Petrobrasestá inserida. Neste sentido, reconsideramos os pontos mais importantes para a cadeia de petróleo, como a curva de preços de curto e longo prazos do barril de petróleo, os riscos e as incertezas a ela associadas e a significativa volatilidade do mercado. Acreditamos que os preços atuais do petróleo têm demonstrado comportamento de alta, sustentado em fundamentos relacionados à dinâmica da própriaindústria, conforme divulgado em estudo publicado pela Geração Futuro no dia 20 de maio de 2008, na Carta de Economia do mesmo mês. Estes fundamentos estão amparados na relação entre a oferta e demanda do produto; no caso da oferta, são diretamente impactados pelas recorrentes instabilidades geo-políticas e sociais ao redor do mundo, as condições climáticas adversas, problemas operacionais emprodução e refino, gargalos nos suprimentos de equipamentos e serviços, entre outros. Do lado da demanda, o impacto tem origem em períodos sazonais como temporada de drivin’ season nos Estados Unidos e inverno no hemisfério norte, alteração nos subsídios aos preços de realização, nos fatores macroeconômicos que reduzem o poder de compra dos consumidores, maior utilização de derivados em países...
tracking img