Peticao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (488 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 1ª VARA CRIMINAL DA COMARCA DO RIO DE JANEIRO

Fulano de tal, brasileira, solteira, advogada, inscrita no CPF sob o n° 059.654.324-98, inscrita na OAB/RJ sob o n°2574, com endereço profissional na Avenida do Sol, n° 365, Centro, na cidade do Rio de Janeiro/RJ, CEP: 56.436-000, telefone (11) 37654323, onde recebe avisos e intimações, vem respeitosamente peranteV. Exa., com fundamento nos artigos 647 e 648 do Código de Processo Penal e artigo 5º, inciso LXVIII da Constituição da República propor a presente ordem de HABEAS CORPUS em favor de MISAEL,brasileiro, funcionário da fazenda, residente e domiciliado na Rua da Constituição, na cidade do Rio de Janeiro, CEP: 57.867-00, tendo em vista as seguintes razoes de fato e de direito a seguir expostos.
DOSFATOS
O paciente encontra-se preso desde o dia 05 de março de 2013, em razão de “flagrante de homicídio”. A referida prisão aconteceu na Rua da Constituição, devido ao mesmo, privado dos sentidos eda inteligência após algumas decepções em seu relacionamento com a companheira, ter adquirido uma arma de fogo e aferido seis tiros contra a mesma. Ao ser surpreendido por policiais que, apósencontrarem-na caída em decúbito dorsal, deram a voz de prisão ao Acusado que se apresentou prontamente para com eles e não resistiu a prisão, se prontificando a ajudar o andamento do processo. Sendo emseguida, o mesmo conduzido a Penitenciária da cidade do Rio de Janeiro.
DOS BONS ANTECEDENTES DO PACIENTE E DO DIREITO A LIBERDADE PROVISÓRIA
Cumpre observar Exa., que o acusado MISAEL é pessoa íntegra,de bons antecedentes e que jamais respondeu a qualquer processo criminal. Não bastassem os antecedentes, a biografia e a conduta do Acusado, que como já dito antes goza do mais puro comportamento. Poroutro lado, destaca-se ainda o fato de que o Acusado trabalha na condição de funcionário da fazenda nesta Comarca. Assim Exa., não se apresenta como medida justa o encarceramento de pessoa cuja...
tracking img