Petar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1005 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
02 de Outubro de 2012

Querido diário,
Hoje eu acordei as 4:00 da manhã para fazer o que iria ser a melhor viagem da minha vida!!
Enfim, pegamos um ônibus na viverde e chegamos ao nosso destino ( a pousada do Diva) mais ou menos onze horas depois, da pra acreditar!! Mas eu não posso reclamar, porque eu adorei cada minuto da viagem!
Assim que chegamos arrumamos nossas coisas e determinamosquem ficaria em cada quarto. Depois que resolvemos isso, trocamos de roupa, pegamos um capacete (ridículo) que o Sting deu e fomos fazer a trilha até a caverna alambari de baixo.
No caminho vimos muitas rochas calcárias, o que mostrava que havia cavernas por perto. Um pouco mais adiante, quando descemos o relevo, nós entramos na mata atlântica, uma mata densa, úmida e fechada.
Quando alcançamos aboca da caverna paramos um pouco para que o Sting pudesse nos explicar o que iríamos fazer a seguir, ele também comentou sobre as cavernas de formação primária e secundária, ou seja, quando a caverna se forma junto com a rocha, e quando se forma depois que a rocha já está formada. Nós descemos (com a ajuda dos monitores) até a parte mais baixa da caverna, onde se encontrava o rio. Chegando lá, oSting disse que iríamos fazer um blecaute, então todos nós apagamos as nossas lanternas e ficamos lá no silêncio e no breu total (o que era possível já que estávamos na parte afótica da caverna) a não sei por quanto tempo, mas foi simplismente maravilhoso e reconfortante.
Um dos monitores contou uma história sobre um homem que ficou muito tempo em uma caverna, e através da percepção ele inventouum método de saber quanto tempo estava se passando, e também contou como ele criou um relógio que mostrava as horas atrvés da frequencia com que as gotas d'agua caíam de uma garrafa.
Nós saímos da caverna pela mesma boca que entramos, e depois disso o Sting nos levou até o rio Bethari, e ele era simplesmente lindo. A água era cristalina, haviam muitas pedras e matas ao seu redor. Nadamos lá poralgum tempo (a água estava gelada!!) e depois fizemos a trilha de volta para a pousada...
Chegamos na pousada aproximadamente as 6:00 da tarde muito cansados. Mais tarde fomos no Pastel para comer o que seria a janta, e o pastel de lá é delicioso! Agora estou indo dormir..
Beijos, Iza...


03 de Outubro de 2012

Querido diário,
Sabe que horas acordamos hoje!! As 6:30!! Eu quase não conseguia manteros olhos abertos!!
Enfim, tomamos o café-da-manhã e depois dividimos a sala em dois grupos. Depois que o primeiro grupo já havia partido, nós nos arrumamos para ir conhecer a primeira das três cavernas que iríamos hoje: Caverna Santana.
Nosso caminho até lá foi bem tranquilo, embora houvesse muitas subidas e descidas bem inclinadas. Chegando na boca da caverna o Sting nos falou que aquela entradanão era natural, ou seja, os homens escavaram em busca de algo e fizeram uma boca para aquela caverna.
Entramos na caverna e nos deparamos com um caminho muito estreito na nossa frente pois havia muita água em volta, então, fomos seguindo esse percurso até que chegamos em um salão com muitas formações rochosas no teto e no chão: chamados estalactites (teto) e estalagmites (chão), que são chamadosde espeleotemas. Nós fizemos o blecaute de novo, porém dessa vez, como havia água pingando dos estalactites e se depositando bem no topo dos estalagmites, nosso monitor falou para prestarmos muita atenção no barulho, e contarmos quantos segundos se passam entre o cair de uma gota e outra. Eu não sei porquê, mas não consigo achar palavras para expressar o que senti naqueles momentos.
Nesse mesmosalão, o Sting nos mostrou uma estalactite quase encostando no chão, ele foi até ela e começou a tocar nela ritimicamente, e o mais espantoso foi que a estalactite emitia sons límpidos e relaxantes, nós tocamos um pouco também e nos dirigimos para o próximo salão.
Nos salões que se seguiram eles nos mostraram uma formação rochosa que possuía a forma perfeita de uma bailarina, e depois uma...
tracking img