Pesquisar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (771 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Distinguindo na linguagem sua função comunicativa, que consiste em transmitir os conteúdos do pensamento, e a função de formular pensamentos, que consiste em que sempre pensamos numa linguagemqualquer (alguns autores são de opinião que esta é de fato uma única mesma função pois pensar sem fala é interpretado como um diálogo consigo mesmo). Vamos agora concentrar a atenção num aspecto especial dafunção comunicativa: a comunicação efetiva, isto é, comunicação que resulta numa compreensão de fato entre pelo menos duas pessoas, uma das quais usa uma certa linguagem para transmitir à outra seuspensamentos ou emoções, e esta outra pessoa, após percepção dos determinados signos dessa linguagem, compreende-os do mesmo modo que seu interlocutor pensa e assim os aceita. Do ponto de vista social,é extremamente importante saber as causas dos êxitos e fracassos no processo de comunicação humana, saber o que facilita e o que obstrui este processo.

A compreensão dos signos, a compreensão dalinguagem, é a base da comunicação. Para compreender um signo temos de percebê-lo e ao mesmo tempo experimentar um ato psíquico, quer como no caso da linguagem fônica, quando o signo verbal é"transparente à significação", quer como no caso de todos os outros signos, que de um modo ou de outro são traduzidos para a linguagem fônica. No último caso, trata-se de complicado processo psíquico queinclui associação, inferência etc. Tais matérias, porém, interessam sobretudo ao psicólogo, pertencem ao domínio da pesquisa psicológica. Aqui são relegadas, juntamente com todo o complexo de questõesdecorrentes (compreensão com um ato, compreensão com uma disposição etc.). Só destacaremos um aspecto, que nos levará ao apropriado objeto de nosso estudo: a distinção entre a compreensão do signo e acompreensão da intenção daquele que usa o signo.

Examinemos um exemplo tomado a Martinak: o filhinho do chefe da estação que freqüentemente observa o pai, vai para os trilhos, agita a bandeira...
tracking img