Persona

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2295 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PERSONA Numa noite chuvosa e fria os carros passavam apressados pelas ruas de São Paulo. Seus faróis, turvos pela chuva, davam um brilho peculiar ao asfalto urbano. Milhares de indivíduos com seus i-pods nos ouvidos se moviam de um lado para outro, compondo um todo orgânico, porém as partes não se comunicavam entre si. Todos eram anônimos, apartados, mera parte dessa paisagem caótica. Essaimpessoalidade do mundo moderno esmagava suas fantasias. Todos os conceitos aprendidos nas escolas, igrejas e novelas se desmanchavam no ar pesado e cinzento da Cidade. Todos pareciam raivosos e incomodados com todos os demais. Mover-se sozinha à noite pela cidade, além de perigoso, podia se mostrar bem deprimente. Percebe-se como a vida nessa época em que nos encontramos é sem cor. Todos os diasparecem iguais e tão sem sentido quanto os anteriores, apesar de todo o bombardeio de opções e entretenimentos que os milhares de letreiros luminosos, panfletos e comerciais nos impõem. Mas que de fato só servem para fazer você se sentir culpado por não se divertir. A própria noção de diversão é distorcida, pois funciona como a única opção para fugir da vida monótona, árdua e deteriorante que a maioriatem. Temos que fugir. Nunca mudar o que nos incomoda. Fugir. Seja num copo de cerveja, seja em vários. Parecia a ela que a vida de fato nunca mudara de verdade para os que vivem a verdadeira vida. Aquela que é comum à maioria dos seres humanos. A grande diferença ocorrida nos últimos cem anos fora apenas a quantidade de ilusões e alucinógenos que impedem apenas você de perceber que, de fato, nadamudou. O mundo atual é cheio de remédios diferentes, baratos e caros, feitos não para curar, mas anestesiar. Seja literalmente, em se tratando de doenças físicas, ou poeticamente, em se tratando das doenças do Ser. Mas ela em si havia mudado tanto em tão pouco tempo que não se reconhecia mais nas fotos tiradas há poucos anos atrás. A pessoa que sorria para ela das imagens era outra. Disso, eapenas disso, tinha certeza. A de agora se mostrava superior em muitos aspectos, porém isso não fazia a vida ao seu redor melhorar. O conhecimento das coisas do mundo e da verdadeira lógica que permeia todas as relações, micro e macro, ao mesmo tempo em que lhe dava o poder de finalmente seguir o conselho do Oráculo de Delfos, afastava-a do resto das pessoas, ainda tão imiscuídas nas ilusões e nosshows pirotécnicos da sociedade atual.

Quanto mais sabia do ser humano, mas eremita se tornava. Não por odiá-los. Não. Os amava tanto a ponto de sofrer por não poder fazê-los ver o mestre das marionetes que controla a todos. Sempre teve problemas em explicar o que para ela era óbvio. Ela se compadecia dos esquizofrênicos que alertam os a sua volta de perigos que ninguém mais vê. Compadecia-se dePandora. E bem como esta, sentia-se sozinha com suas premonições e medos que deles advinham. Também oprimia seu cérebro a realidade de que passeava à noite sozinha não por gosto ou para espairecer. Saíra do trabalho e o passeio não era feito a pé. Via a cidade e refletia languidamente de dentro de um ônibus lotado. Isso só acirrava seus pensamentos. As pessoas amontoadas, esfregando-se umas nasoutras, sem verdadeiramente se tocar. Sem reconhecer no outro, que de tão espremido é quase uma extensão de seu próprio corpo, um companheiro de mazela diária. Pelo contrário. Estavam tão alucinados pelas luzes da cidade e pelos conceitos distorcidos que delas emanam que, na verdade, viam no outro um inimigo. Um adversário pela próxima cadeira que vagava. O conhecimento que agora tinha fazia com queas crises que sempre existiram em sua mente saíssem do inconsciente para o consciente. Mas não a afastava delas. – Reconhecer o problema é o primeiro passo. – pensava, tentando se convencer que estava no caminho certo para ser a pessoa perfeita por dentro e por fora que sempre quis ser. Mas reconhecer, de fato, é apenas o primeiro passo e não a solução. Outros pensamentos invadiam sua mente....
tracking img