Pequena historia critica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4129 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha do Livro Geografia: Pequena Historia Critica
[pic]
Enviado por:
Savio Cruz | 8 comentários
Arquivado no curso de Geografia na UFAC
Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário
Download
denunciar
Universidade Federal do Acre
Centro de Filosofia e Ciências Humanas
Curso de Geografia Bacharelado
Resenha do Livro Geografia: Pequena Historia CriticaRio Branco, Acre.
2010
MORAES, Ant. Carlos Robert. Geografia: Pequena Historia Critica. São Paulo: Hucitec, 1994.
Antonio Carlos Robert Moraes é um geógrafobrasileiro que publicou vários livros na área da geografia histórica e política. Moraes possui doutorado em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo.Atualmente é professor titular da Universidade de São Paulo. Bacharel em geografia(1977) e ciências sociais (1979) pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP), onde realizou mestrado (1983), doutorado (1991) e livre-docência (2000). É professor titular do Departamento de Geografia da USP, sendo coordenador do Laboratório de Geografia Política. Foi professor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual deCampinas (1978-1982) e ministrou cursos em várias universidades do país e do exterior, entre elas a Universidade de Buenos Aires (Argentina), a Unam (México), Universidade Nacional (Colômbia), Universidade de Cadiz (Espanha). Estagiou no Centro Nacional de Investigação Científica de Portugal (1986) e participou de vários convênios bilaterais (o último com o Credal e o Iheal na França). Desde 1996preside a banca de geografia do concurso de ingresso na carreira de diplomata do Instituto Rio Branco do Ministério das Relações Exteriores. Possui a Ordem do Rio Branco. Elaborou para o governo brasileiro a metodologia de vários programas de política ambiental e de ordenamento territorial, notadamente interessando as áreas costeiras (entre outros o Gerco, o Projeto Orla Marítima e a AgendaAmbiental Portuária). Foi consultor do Programa de Gestão da Zona Costeira de Moçambique. Participou da elaboração do Programa Global de Ação para o Controle de Poluição Marinha do CDS-ONU.
Em seu livro o autor faz uma retrospectiva geográfica. Desde suas origens, passando por sua sistematização, principais correntes do pensamento geográfico – cada uma com sua própria definição de objeto, método,princípios, os contextos históricos de formação do pensamento entre outros. De acordo com o autor este livro foi concebido com o intuito de tentar contribuir com esclarecimentos referentes à criação, historia e principais correntes dessa ciência. Ele divide a geografia em duas grandes variedades, vamos dizer assim. A Tradicional e a Moderna.
1. O objeto da Geografia
Alguns autores definem aGeografia como o estudo da superfície terrestre. Esta concepção é a mais usual, e ao mesmo tempo a de maior vaguidade. Pois a superfície da Terra é a teatro privilegiado (por muito tempo o único) de toda reflexão científica, o que desautoriza a colocação de seu estudo como especificidade de uma só disciplina. Esta definição do objeto apóia-se no próprio significado etimológico do termo Geografia –descrição da Terra. Assim, caberia ao estudo geográfico descrever todos os fenômenos manifestados na superfície do planeta, sendo uma espécie de síntese de todas as ciências. Desta forma a tradição kantiana coloca a Geografia como uma ciência sintética (que trabalha com dados de todas as demais ciências), descritiva (que enumera os fenômenos abarcados) e que visa abranger uma visão de conjunto doplaneta.
A definição da Geografia, como estudo da diferenciação de áreas, é uma outra proposta existente. Tal perspectiva traz uma visão comparativa para o universo da analise geográfica. Existem ainda autores que buscam definir a Geografia como estudo do espaço. Para estes, o espaço seria passível de uma abordagem especifica, a qual qualificaria a análise geográfica. Tal concepção, na verdade...
tracking img