Paternidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 65 (16156 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE JAGUARIÚNA

ADRIANA GRANCHELLI

PATERNIDADE SÓCIOAFETIVA

Jaguariúna
2008

ADRIANA GRANCHELLI

PATERNIDADE SÓCIOAFETIVA

Trabalho de Conclusão de Curso
apresentado ao curso de Direito da
Faculdade de Jaguariúna para
obtenção do título de Bacharel em
Direito.

Orientador: Prof. Ms. Flávio Fernandes Pacetta

Jaguariúna
2008

Granchelli, Adriana.
G774pPaternidade sócioafetiva / Adriana Granchelli. - Jaguariúna, SP:
[s.n], 2008.
Orientador: Prof. Ms. Flávio Fernandes Pacetta.
TCC - Trabalho de Conclusão de Curso (graduação) – Curso de
Direito, Faculdade de Jaguariúna.
1. Direito Civil. 2. Família. 3. Paternidade. 4. Filiação. I. Pacetta,
Flávio Fernandes. II. Faculdade de Jaguariúna, Curso de Educação
Direito. III. Título.
CDD 341.3 ADRIANA GRANCHELLI

PATERNIDADE SÓCIOAFETIVA

Este exemplar corresponde à redação
final da Monografia de graduação
defendida por Adriana Granchelli e
aprovada pela Comissão julgadora em
__/__/__.

Prof. Ms. Flávio Fernandes Pacetta
Orientador

_____________________________
Nome do componente da banca

_____________________________
Nome do componente da banca

Jaguariúna
2008 Dedico não só apenas este trabalho, mas como minha futura profissão,
à minha querida MÃE, pois que,
se não fosse por sua ajuda constante, seu carinho, seu cuidado, sua dedicação e seu auxílio
no decorrer destes cinco anos, junto a mim no cuidado com meu filho, Pedro Enrique,
com certeza eu não conseguiria ter realizado meu sonho,
com a dedicação da forma com que fiz a graduação.
Meu sempremuito obrigado, além de meu carinho e admiração eterna!

AGRADECIMENTOS

Gostaria de agradecer inicialmente ao meu orientador, Professor Ms. Flávio
Fernandes Pacetta pelo carinho e dedicação durante este pouco tempo em que estivemos
juntos, pois afinal veio a somar no meio trabalho, ao passo que quando chegou, já foi o meu
terceiro orientador e o ÚNICO a me orientar de fato.
Ao mesmotempo gostaria de agradecer aos membros da banca, pela
participação.
Também não posso deixar de lembrar-me de TODOS os professores, sem
exceção a qualquer um, pois que todos, em um só conjunto, contribuíram na minha formação,
para que eu pudesse chegar hoje, até aqui. Muitíssimo obrigado, de coração!
Quanto aos meus amigos da faculdade, queria agradecê-los imensamente,
principalmente àquelesmais próximos, àqueles que muito me ajudaram durante todos estes
anos em que estivemos juntos, agradecer pelos momentos de brincadeiras, de seriedade,
sobretudo naqueles dias em nossos nervos estavam à flor-da-pele. Nossa! Quantas bobeiras,
besteiras, sorrisos, choros, enfim... Valeu. Valeu ser amiga de vocês, me orgulho muito, por
todos!!! Não podemos nos esquecer do que combinamos... para queela não vire só promessa.
Vamos nos manter sempre presentes na vida uns dos outros. Olha lá pessoal!!!
Agradeço também o apoio de toda minha família, meu Pai querido, que eu
amo de paixão, à minha mãe a quem dedico minha profissão e meu amor eterno e é claro, ao
resto da família também por que senão...seria difícil chegar até o fim, até a quem não soube
ou não quis me compreender...
Enfim,a todos que contribuíram direta ou indiretamente para a realização
deste trabalho. Meu muito obrigado e agora um brinde, ao FUTURO que DEUS me reserva.

GRANCHELLI, Adriana. Paternidade sócioafetiva. 2008. 52f. Trabalho de Conclusão de
Curso (Graduação) - Curso de Direito, Faculdade de Jaguariúna, Jaguariúna, 2008.

RESUMO

O nome PAI anteriormente era atribuído, àquele quegeneticamente o fosse. Nos dias atuais,
PAI é aquele que cria, cuida, educa, dá afeto, amor, carinho, tudo isto atendendo ao principio
do que melhor atende o interesse da criança,sendo Genitor tão somente o que gera. A família
se modificou demais desde o inicio de suas relações para que pudesse chegar à forma atual.
Os nossos Tribunais e em todas Capitais, já se concedem paternidade por vínculos sócios...
tracking img