parasitoses

Páginas: 28 (6794 palavras) Publicado: 18 de julho de 2013
Projeto Diretrizes
Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina

Abordagem das Parasitoses Intestinais
mais Prevalentes na Infância

Autoria: Sociedade Brasileira de Medicina de
Família e Comunidade
Elaboração Final: 17 de novembro de 2009
Participantes: Manfroi A, Stein AT, Castro Filho ED

O Projeto Diretrizes, iniciativa conjunta da Associação Médica Brasileira eConselho Federal
de Medicina, tem por objetivo conciliar informações da área médica a fim de padronizar
condutas que auxiliem o raciocínio e a tomada de decisão do médico. As informações contidas
neste projeto devem ser submetidas à avaliação e à crítica do médico, responsável pela conduta
a ser seguida, frente à realidade e ao estado clínico de cada paciente.

1

Projeto DiretrizesAssociação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina

DESCRIÇÃO DO MÉTODO DE COLETA DE EVIDÊNCIA:
Pesquisou-se no PubMed/MEDLINE, utilizando–se as seguintes palavras-chaves
(MESH): (“Intestinal Diseases, Parasitic/diagnosis “[MeSH] OR “Intestinal
Diseases, Parasitic/drug therapy”[MeSH] OR “Intestinal Diseases, Parasitic/
prevention and control”[MeSH]) Limits: Preschool Child: 2-5 years, Child:6-12 years, English, Spanish, Portuguese, Randomized Controlled Trial, Humans.
Critérios de inclusão: crianças de 2 a 12 anos de idade, com doença parasitária
intestinal, pesquisa em humanos. Critérios de exclusão: artigos contendo
somente população adulta, artigos com população adulta e infantil, mas sem
estratificação por idade na análise dos dados, artigos com pacientes hospitalizados
eartigos com pacientes HIV positivos e/ou AIDS. Busca sistemática na SciELO,
além da consulta a material impresso.
GRAU DE RECOMENDAÇÃO E FORÇA DE EVIDÊNCIA:
A: Estudos experimentais ou observacionais de melhor consistência.
B: Estudos experimentais ou observacionais de menor consistência.
C: Relatos de casos (estudos não controlados).
D: Opinião desprovida de avaliação crítica, baseada emconsensos, estudos
fisiológicos ou modelos animais.
OBJETIVO:
Produzir diretrizes para a abordagem das parasitoses mais prevalentes na
infância no cenário de Atenção Primária à Saúde.
CONFLITO DE INTERESSE:
Nenhum conflito de interesse declarado.

2

Abordagem das Parasitoses Intestinais mais Prevalentes na Infância

Projeto Diretrizes
Associação Médica Brasileira e Conselho Federal deMedicina

INTRODUÇÃO
As parasitoses intestinais são muito frequentes na infância,
principalmente em pré-escolares e escolares. São consideradas
problema de saúde pública, principalmente em países chamados
periféricos, onde são mais frequentes, com prevalências totais, quando
considerado o bloco de países mais pobres do mundo, estimadas de
26%, 17% e 15% para ascaridíase, tricuríase eancilostomíase,
respectivamente1(D). Sua transmissão depende das condições
sanitárias e de higiene das comunidades. Além disso, muitas dessas
parasitoses relacionam-se a déficit no desenvolvimento físico e
cognitivo e desnutrição2(D). Em estudo com crianças em condições
socioeconômicas precárias, encontraram-se altas prevalências de
desnutrição energético-protéica, anemia e parasitoses3(B)4(C).Apesar
de estes fatores estarem comumente presentes em crianças nas
condições socioeconômicas referidas, não foi possível isolar uma
associação entre enteroparasitoses e anemia. Porém, as crianças com
parasitoses intestinais apresentam pior estado nutricional (peso/altura)
quando comparadas àquelas sem parasitas5(B). Desnutrição energéticoprotéica relaciona-se mais intensamente com os casos degiardíase6,7(B). Hipovitaminose A comumente é encontrada em casos
de má nutrição e parasitose intestinal. Um estudo demonstrou melhora
na anemia e nos níveis séricos de vitamina A em crianças que receberam
essa vitamina juntamente com o tratamento de parasitoses8(B). Porém,
dois estudos não demonstraram evidência que sugira associação entre
parasitose intestinal e hipovitaminose...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Parasitoses
  • Parasitose
  • Parasitoses
  • PARASITOSE
  • Parasitoses
  • Parasitose
  • Parasitoses
  • PARASITOSE

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!