Paper seculo do ouro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2005 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O SÉCULO DO OURO


Daiane Conti
Professor - Ilson Piovesan
Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI
Licenciatura em História (HID - 0195) – Prática do Módulo IV
28/04/2012

RESUMO

Quando os primeiros exploradores chegaram ao Brasil, o maior objetivo de desejo era o ouro, metal precioso o bastante para manter o fausto da cortes européias. As excursões pioneiras pelo litorale até pelo interior foram frustrantes. Nada parecia haver naquela terra além de natureza pródiga, solo fértil e índios pagãos. Qualidades estas, aliam para as quais os exploradores davam pouca ou nenhuma importância.


Palavras-chave: Ouro. Mineração. Origem.


1 INTRODUÇÃO

Desde 1500, quando as caravelas de Cabral apontaram naAmérica, os portugueses acalentaram o sonho de encontrar ouro e pedras preciosas nas novas terras. Mas foi só durante o reinado de Dom Pedro II, o Pacífico (1863-1706), que começaram a chegar a Portugal a notícias da descoberta de ouro em sua colônia da América do Sul.
A partir de 1603, depois de uma longa procura, os bandeirantes paulistas começaram a descobrir ouro em diferentes lugares da regiãoque logo passaria a ser chamada de Minas Gerais: Antônio Rodrigues Arzão, em Caeté, Bartolomeu Bueno de Siqueira em Pitangui, e Borba Gato, em Sabará.
Assim que a notícia da descoberta do metal se espalhou, teve o início uma verdadeira “corrida do ouro” à região. Homens e mulheres, ricos e pobres, seculares e clérigos, negros, brancos, índios, mulatos, mamelucos, largavam tudo (ou fugiam, nocaso de escravos), e se dirigiam para Minas Gerais em busca de enriquecimento rápido.

2 A DESCOBERTA DO OURO

Após a descoberta das primeiras minas de ouro, o rei de Portugal tratou de organizar sua extração. Interessado nesta nova fonte de lucros, já que o comércio de açúcar passava uma fase de declínio, ele começou a cobrar o quinto do ouro, imposto equivalente a um quinto (20%) de todo oouro que fosse encontrado no Brasil. Esse imposto era cobrado nas casas de fundição, responsáveis por fundir o ouro; dessa forma, a cobrança dos impostos era mais rigorosa.
Segundo a autora de diversos poemas, Cecília Meirelles, destaca em um de seus poemas a sua visão a respeito da luta pelo ouro:

“Selvas, montanhas e rios estão transidos de pasmo",
É que avançam terra adentro os homensalucinados (...)
Que a sede de ouro é sem cura, e, por ela subjugados,
Os homens matam-se e morrem, ficam mortos, mas não fartos”
Cecília Meirelles,1953(pag. 38 à51) - Romanceiro da Inconfidência

Com a descoberta do ouro, e a chamada “corrida do ouro” cidades começou a surgir o desenvolvimento urbanoe cultural aumentou muito nestas regiões. Foi neste contexto que apareceu um dos mais importantes artistas plásticos do Brasil: Aleijadinho.
Vários empregos surgiram nestas regiões, diversificando o mercado de trabalho na região aurífera.
Para acompanhar o desenvolvimento da região sudeste, e impedir a evasão fiscal e o contrabando de ouro, a capital do país foi transferida para o Rio deJaneiro.
“Bandeira” era o nome das incursões pelo país naqueles tempos. As bandeiras que penetraram Minas inicialmente partiam do planalto de Piratininga, em São Paulo. A de Fernão Dias, em 1674, tinha por finalidade encontrar Sabarabuçu, o eldorado. Foram sete longos anos de trabalho árduo, nos quais poucas pedras foram encontradas. No entanto a jornada revelou grande parte do imenso território. Dospousos para descanso para as tropas de Fernão Dias surgiriam mais tarde núcleos povoados, cujo papel foi fundamental para a colonização do estado.

2.1 A EXPLORAÇÃO DAS JAZIDAS

Havia duas formas de extração aurífera: a lavra e a faiscação.
As lavras eram empresas que, dispondo de ferramentas especializadas, executavam a extração aurífera em grandes jazidas, utilizando mão-de-obra de...
tracking img