Os lusiadas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 32 (7843 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
O presente trabalho tem por objetivo apresentar um estudo da obra Os Lusíadas (1572), escrito por um dos maiores poetas em língua portuguesa de todos os tempos, Luiz Vaz de Camões. Camões, poeta situado no período Renascentista, momento de grande desenvolvimento e produção artístico religiosa, escreve uma das principais obras literárias do período seguindo os modelos clássicos deHomero e Virgílio. Sua epopeia renascentista reflete perfeitamente os ideais, a mentalidade e as cotradições do século XVI. Celebrando os grandes feitos do povo português e imortalizando na literatura a sua história, a epopeia focaliza o momento de maior glória da nação portuguesa, momento este que se refere às Grandes navegações iniciadas no século XV e às conquistas dos portugueses na África, Índiae no mar do Caribe.
Antes de tecermos maiores considerações sobre a obra prima de Camões faz-se necessário apresentar um breve panorama de como este estudo está organizado. Dividido em quatro partes que compreende O Renascimento, seção que dará destaque ao momento que assinala o fim da Idade Média na Europa e que cria um ambiente favorável à produção e composição de Os Lusíadas (1572). Em umsegundo momento, discutir o gênero Épico e a definição de epopeia dentro da teoria literária, as suas características da herança clássica em contraste com a epopeia renascentista, Os Lusíadas. Para tanto, cabe também apresentar um breve panorama sobre a escola literária a que Camões pertencia; O Classicismo, como também falar sobre o autor e as suas características marcantes e as suas influênciassobre a composição de Os Lusíadas. Agora no que se refere a ultima parte deste trabalho, trará uma análise e uma discussão sobre Os Lusíadas, sobretudo o canto V, abarcando o enredo, às alusões às passagens históricas e mitológicas, as especificidades do canto, bem como uma análise interpretativa e estrutural do canto V.
Para dar maior suporte a esta pesquisa, todo este estudo está embasado nosseguintes autores; Alfredo Bosi, Ernani Cidade, Antônio Candido, Amora Aires da Mata Filho, Massaud Moisés, José Luiz Beltran, Carlos Felipe Moisés, pois, este trabalho, apenas objetiva dar um panorama geral sobre o que foi o Renascimento e o classicismo para poder entra em mais detalhes ao tratar da obra que é o foco desta pesquisa, Os Lusíadas.








Renascença Europeia

Denomina-seRenascimento, Renascença ou renascentismo, um período de grande efervescência política e cultural, justamente por fazer alusão ao renascimento do clássico, do pensamento da antiguidade greco-romana e se inspirar nos velhos autores; Platão, Aristóteles, Virgílio, Plutarco, Horário etc. A Renascença é um período bastante agitado na história da Europa que compreende o século XIII até meados doséculo XVIII. O Renascimento é caracterizado por grandes transformações artístico, político e sociais no meio europeu. Apesar de o Renascimento ser mais visível no campo da cultura e da arte, ele também é responsável pelas transformações que assinalam a passagem do Mundo Medieval para o mundo moderno.
Esse período marca o fim do feudalismo e abre espaço para um novo sistema econômico; o capitalismoprimitivo que dará origem ao capitalismo atual. O termo, renascimento, foi pela primeira vez empregado no século XVI por Giorgio Vasari, mas apenas no século XIX que o termo é empregado com a mesma noção com que temos hoje, pelo autor Jacob Buckhardt em seu trabalho intitulado A cultura do renascimento na Itália de 1867. Também, em 1855 o historiador francês chamado Michelet, segundo Queiroz (1995)empregou o termo em seu livro intitulado O Renascimento, em que ele discorria sobre a Franca do século XVI. Para Michelet, o Renascimento marca uma relação de oposição à cultura medieval.
Difundido por quase todas as regiões da Europa os participantes da renovação Renascentista rejeitaram a cultura medieval, presa aos padrões definidos pela igreja Católica e passaram a defender e a explorar a...
tracking img