Oralidade e escrita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 32 (7756 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO
INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE LETRAS



ESCREVENDO A FALA: AS MARCAS DA ORALIDADE NOS TEXTOS DE 5ª SÉRIE



ESCREVENDO A FALA: AS MARCAS DA ORALIDADE NOS TEXTOS DE 5ª SÉRIE

Monografia apresentada ao curso de Letras, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, da Universidade de Passo Fundo, como requisito parcial para aobtenção do grau de Licenciada em Letras, sob a orientação da professora Ms. Elisane Regina Cayser.





ESCREVENDO A FALA: AS MARCAS DA ORALIDADE NOS TEXTOS DE 5ª SÉRIE

Monografia apresentada ao curso de Letras, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, da Universidade de Passo Fundo, como requisito parcial para a obtenção do grau de Licenciada em Letras, sob a orientação daprofessora Ms. Elisane Regina Cayser.

BANCA EXAMINADORA

Profª Patrícia da Silva Valério - Professora examinadora Profª Elisane Regina Cayser - Professora orientadora

Casca 2010

4

Dedico este trabalho aos meus pais, Diva e Nestor, às minhas colegas Carina, Maura e Silvana por terem me incentivado e me dado forças para que concretizasse esse sonho e por terem me apoiado nosmomentos difíceis e compartilhado comigo as alegrias no decorrer do curso, por terem me ensinado a enfrentar os obstáculos como uma nova aprendizagem. A Deus, fonte suprema, que possibilitou alcançar meus objetivos, não desanimando frente aos obstáculos e me ensinando a ser capaz. À Professora Ms. Elisane Regina Cayser, minha orientadora, pela amizade, apoio e orientação na realização dapesquisa.

5

"Eu acredito, eu luto até o fim: não há como perder, não há como não vencer.'' Oleg Taktarov

6

RESUMO

O presente trabalho consiste na análise de textos de alunos de quinta série do ensino fundamental, da Escola Estadual de Ensino Médio Frei Caneca, da cidade de Guaporé, Rio Grande do Sul. Nesses textos de alunos foi investigada a presença da língua falada, emespecial da repetição. Mais especificamente, buscou-se analisar as funções das diversas ocorrências de repetição nos referidos textos. Baseando-se na teoria da Ingedore Kock que analisa a construção da forma do sentido do texto por meio de termos coesivos, percebeu-se que os textos analisados têm grande proximidade com a fala. Além disso, o elemento coesivo que está mais em ênfase é arepetição.Mas também a repetição faz parte dos elementos coesivos que compõe um texto.Também usou-se o embasamento teórico da análise da conversação de Marcuschi que, nos referidos textos, investigou-se a influência da língua falada, nos textos dos alunos de quinta série do Ensino Fundamental.Percebeu-se que nos textos analisados ocorreram diversas repetições como forma predominante de manter acoesão textual.

Palavras chave: sentido, oralidade, repetição, coesão

7

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO..................................................................................................................08 1 A LÍNGUA FALADA.....................................................................................................10 1.1 A influência da língua falada naescrita....................................................................11 2 A COESÃO TEXTUAL.................................................................................................13 3 A REPETIÇÃO COMO ESTRATÉGIA DE (RE)FORMULAÇÃO TEXTUAL....18 3.1 As funções da repetição...............................................................................................19 4 ANÁLISE DEDADOS..................................................................................................22 4.1 Texto 1...........................................................................................................................23 4.2 Texto 2...........................................................................................................................25 4.3 Texto...
tracking img