Oferta da moeda e meios de pagamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 36 (8971 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMARIO




1. TEORIA MONETARIA.............................................................2


2. OFERTA DA MOEDA E MEIOS DE PAGAMENTO................3


3. DEMANDA DA MOEDA...........................................................6


4. TEORIA QUANTITATIVA DA MOEDA.....................................7


5. SISTEMA FINANCEIRONACIONAL........................................9


6. COMERCIO INTERNACIONAL.................................................16


7. TAXA DE CAMBIO.....................................................................18


8. BALANÇO DE PAGAMENTOS..................................................19

9. REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS............................................221 - Teoria Monetária

Para entender como o sistema monetário funciona, precisamos saber o papel da moeda na Economia o funcionamento do mercado monetário, ou seja, oferta e demanda da moeda. Compreendendo como ele funciona, fica mais fácil entender como ele pode sofrer intervenções através da política monetária. Diante disso, pode-se perceber que o estudo damoeda se torna muito importante.
O homem primitivo não era agente econômico, pois colhia diretamente da natureza (farta e pródiga) as vestes e a alimentação. Nem tampouco trocava. Os produtos em estado “in natura” existentes eram o suficiente para satisfazer as necessidades dos pequenos aglomerados.
Todavia, o mundo econômico cresceu e desenvolveu - se. Os agrupamentos humanos tornaram-se vilas,cidades e até mesmo grandes centros.
Os recursos de sobrevivência (bens econômicos) haveriam de acompanhar o crescimento dos agrupamentos humanos. O homem primitivo passivo e contemplativo foi substituído pelo homem econômico, capaz de ação econômica.
A principio, as trocas eram realizadas de mercadoria por mercadoria, de uma forma simples e direta. Com o complexo do mundo globalizado, essaforma de troca se tornou impossível. Fazia-se necessário encontrar um meio denominador comum de valores, chamado moeda..
Mesmo em seu estagio mais primitivo e usado para intermediar processos rudimentares de troca, a moeda pode ser conceituada como um bem econômico qualquer que desempenha as funções básicas de intermediário de trocas, que serve como medida de valor e que tem aceitação geral. Cabeobservar que aceitação geral, momento importante na criação da moeda e nos processos de mudanças nos padrões monetários, é um fenômeno essencialmente social. Um produto só se converte em um ativo monetário se os membros do grupo o aceitar em pagamento das transações em que se efetivam. Tal aceitação é uma espécie de crença social, a qual todos se rendem. Alem disso, como a moeda representa um poderde aquisição, desde o momento em que é recebida até o momento em que é dada em pagamento de outra transação, ela também se caracteriza como uma reserva de valor.
De maneira corriqueira, as pessoas no seu dia-a-dia usam a palavra “dinheiro” para significar riqueza. Se alguém tem muito dinheiro, entendemos que essa pessoa tem muita riqueza ou é rica.
Mas estamos falando do valor das ações, dosimóveis ou de outros bens dessa pessoa?Os economistas normalmente definem dinheiro ou moeda não como a única forma de riqueza. Temos outras formas de riqueza, tais como carros, casas, etc.

Mas, afinal, o que distingue o dinheiro ou moeda de outras formas de riqueza?

O que distingue a moeda das outras formas de riqueza é sua característica de ser o mais líquido dos ativos. Liquidez, aqui, querdizer sua capacidade de se transformar em dinheiro vivo ou a facilidade com que o bem pode ser convertido em meio de troca da economia. Para que um bem possa ser considerado uma moeda, ele precisa desempenhar basicamente três funções:

• Ser meio de troca: isto significa ser exatamente aquele elemento que vai viabilizar a ocorrência de milhares de trocas a cada momento.

• Servir...
tracking img