Normas ansi/tia 568 b/c

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2144 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 - Introdução

Com o objetivo de melhorar a eficiência para projetistas, instaladores e usuários finais, a TIA (Telecommunications Industry Association) publicou recentemente duas normas de cabeamento que vêm sendo antecipadas há algum tempo: a nova norma ANSI/TIA-568-C.0 (Cabeamento genérico para telecomunicações nas dependências do cliente) e a ANSI/TIA-568-C.1, revisão da '568-B.1(Cabeamento de telecomunicações para edifícios comerciais).
Os novos padrões publicados ('568-C.0 e '568-C.1) substituem a antiga norma ANSI/TIA/EIA-568-B.1, bem como seus adendos, que foram avaliados e revisados e sob a coordenação do comitê de engenharia TR-42, da TIA e pelo subcomitê TR-42-1, responsável por cabeamento de telecomunicações para edifícios comerciais. Estes dois novos documentos serãocombinados com a ANSI/TIA-568-C.3 (Componentes para cabeamento em fibras ópticas), que foi publicado em junho de 2008 e está disponível como norma.
A '568-C.3 substitui a '568-B.3 e seus adendos. A TIA-568-C.2 (Componentes e cabeamento balanceado de pares trançados para telecomunicações) está em desenvolvimento e deve ser publicado como norma até o final de 2009. A nova '568-C.2 substituirá a atual'568-B.2. Assim, o novo conjunto de normas "C" da TIA, substituirá o atual conjunto "B". No entanto, até a publicação da ANSI/TIA-568-C.2, o cenário é o seguinte:
- As normas ANSI/TIA-568-C.0 e 568-C.1 estão vigentes e substituem a ANSI/TIA/EIA-568-B.1 (e seus adendos) agora obsoleta.
- A norma ANSI/TIA/EIA-568-B.2 (e seus adendos) continuam vigentes e serão substituídos pela novaANSI/TIA-568-C.2.
- A norma ANSI/TIA-568-C.3 está vigente e substitui a ANSI/TIA/EIA-568-B.3 e seus adendos.

2 – Especificação

O que as normas especificam com relação à certificação e qualificação do cabeamento metálico instalado?

O termo certificação do cabeamento é usado para descrever o processo de avaliação da resposta em frequência de um canal ou enlace permanente mediante a comparação dosvalores obtidos nos testes (para cada parâmetro de transmissão cuja medição é especificada em normas) com valores-limite pré-determinados com base na norma usada como referência, tipo de cabo e categoria de desempenho do cabeamento instalado.
O termo "qualificação" não é um termo oficial e não está definido em normas aplicáveis. A qualificação pode ser entendida como um teste mais simples cujoobjetivo é avaliar a resposta do cabeamento instalado para uma determinada aplicação (100BASE-TX, 1000BASE-T, etc.). No entanto, um teste de qualificação do cabeamento não pode ser confundido com a certificação do cabeamento.
Com relação à normalização, a certificação do canal ou enlace permanente é obrigatória para a avaliação e aceitação do cabeamento instalado. As normas aplicáveis a sistemas decabeamento de telecomunicações em edifícios comerciais não reconhecem testes de "qualificação" do cabeamento. Abaixo estão descritos alguns padrões sobre certificação de cabeamento e suas especificações.
ANSI/TIA/EIA-568-B.2 (Commercial Building Telecommunications Cabling Standard - Part 2: Balanced Twisted Pair Cabling Components)- Norma da Categoria 5e
Os Anexos A, B, C, D, E, F, G, H, I e J da'568-B.2, todos se aplicam a testes (cabeamento, hardware de conexão, patch cords, precisão, etc.) e são normativos (obrigatórios).
Anexo E: Testes do cabeamento (normativo, obrigatório) Este anexo define os parâmetros elétricos que devem ser medidos em campo em uma certificação de cabeamento Categoria 5e.
Anexo I: Instrumentos de testes (normativo, obrigatório) Nota: este anexo especifica osrequisitos de desempenho e precisão dos equipamentos de testes, parâmetros que devem ser reportados, bem como procedimentos de testes de campo. É neste anexo que está definido que os testes devem ser feitos mediante o modelo de enlace permanente ou canal (de acordo com a ANSI/TIA/EIA-568-B.1) e se definem as especificações do Nível II-E de precisão dos equipamentos de testes que devem ser usados...
tracking img