Neurose e psicose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (490 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Esse trabalho tem por objetivo apresentar a aplicação da nova hipótese discutida por Freud em o Eu e o Id a respeito da diferença genética entre neurose e psicose.
A diferença genética postuladapor Freud é que a neurose seria o resultado de um conflito entre o Ego e o Id, ou seja, entre aquilo que o sujeito é de fato foi, com aquilo que ele desejaria prazerosamente ser ou ter sido, e apsicose seria o desfecho de um distúrbio entre o Ego e o Mundo externo.
De acordo com Freud (1924) na neurose de transferência, o “eu” se nega ou se recusa a acolher uma proposta pulsional oriunda do Id,ou se nega a conduzi-la a uma resolução motora, ou ainda se opõe à proposta do acesso ao objeto alvo. O “eu” então utiliza do mecanismo recalque como defesa. Porém esse conteúdo recalcado resiste asucumbir-se e retorna por meio de um representante substituto elegido por ele e que o “eu” não teria influencia, é daí que decorre o sintoma.
O “eu” continua a luta, mas agora ele irá lutar não coma negação do acesso ao objeto pulsional alvo, mas com o sintoma que termina por resultar numa neurose. O que de fato se mostra neste aspecto é que o “eu” se coloca a serviço do supra-eu e da realidadee acaba entrando em conflito com o id, é desta forma que se apresenta as neuroses de transferência.
Na psicose, o sujeito rompe com o mundo externo, não tomando conhecimento, não percebendo, ouquando o percebe, essa percepção fica sem conseqüências. De acordo com Freud (1924), o mundo externo que domina o “eu” acontece por duas vias: percepção renovável ou repertório de lembranças depercepções passadas, neste último caso seria o nosso “eu” interno. Nesses distúrbios da psicose o sujeito recusa as percepções e esvazia as cargas de investimentos do mundo interno. Sabendo que esse mundointerno advém de uma cópia do mundo externo, que funciona de forma a representar a realidade externa, na psicose então o sujeito cria um mundo novo tanto interno quanto externo, um mundo regido pelos...
tracking img