Neonatulralismo na obra cacau

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (518 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SEMINÁRIO CACAU - NEONATURALISMO:

O Naturalismo surgiu na França, em 1870, com a publicação da obra “Germinal” de Émile Zola. O livro fala das péssimas condições de vida dostrabalhadores das minas de carvão na França do século XIX.
Uma das principais características do naturalismo é a retratação da sociedade de uma forma bem objetiva.
Os naturalistas abordam a existência humanade forma materialista. O homem é encarado como produto biológico passando a agir de acordo com seus instintos, chegando a ser comparado com os animais (zoomorfização).
Segundo o Naturalismo, o homemé desprovido do livre-arbítrio, ou seja, o homem é uma máquina guiada por vários fatores: leis físicas e químicas, hereditariedade e meio social.

Características do Naturalismo:

- O mundo podeser explicado através das forças da natureza;
- O ser humano está condicionado às suas características biológicas (hereditariedade) e ao meio social em que vive;
- Forte influência do evolucionismode Charles Darwin;
- A realidade é mostrada através de uma forma científica (influência do positivismo);
- Na literatura, ocorre muito o uso de descrições de ambientes e de pessoas;
- A linguagem écoloquial;
- Os principais temas abordados nas obras literárias naturalistas são: desejos humanos, instintos, loucura, violência, traição, miséria, exploração social, etc.

Na obra “Cacau” deJorge Amado, enquadrada na segunda fase Modernista, 1930 a 1945, observam-se algumas tendências naturalistas. O escritor adota uma atitude semelhante a do cientista: compromete-se com a procura da verdadea ser encontrada através da observação e análise da realidade. Logo na abertura do livro, em nota, o autor escreve “Tentei contar nesse livro, com um mínimo de literatura para um máximo dehonestidade, a vida dos trabalhadores das fazendas de cacau do sul da Bahia” (2000, ix). “Trata-se de pensar a literatura como um documento e testemunho e de lhe atribuir um sentido social: o de denunciar...
tracking img