Negocios globalizados

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6016 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Construindo a Visão
da Empresa

(HSM Management - no 7 - março-abril/98)

James C. Collins e Jerry I. Porras (*)

É preciso encontrar os valores que sejam a essência do negócio
e o conduzam até o futuro

|Os grandes navegadores sempre sabem onde fica o norte. Sabem aonde querem ir e o que fazer para chegar a seu destino. Com as |
|grandes empresas acontece a mesma coisa: elas têmvisão. É isso que lhes permite administrar a continuidade e a mudança |
|simultaneamente. Hewlett-Packard, Sony ou Disney são empresas que sabem distinguir entre o imutável e o variável. Uma visão clara |
|ajuda a reconhecer a diferença entre os dois estados. |
||
|No artigo a seguir, os autores explicam detalhadamente os dois componentes-chave da visão: a ideologia central (formada por |
|valores básicos e finalidade básica) e a visualização do futuro (feita com a definição de supermetas e a descrição vívida desse |
|futuro). Vários exemplos de empresas sãocitados aqui, como Merck, Nordstrom, Procter & GambIe, Ford, 3M e Citibank, entre outras.|

Os grandes navegadores sempre sabem onde fica o norte. Sabem aonde querem ir e o que fazer para chegar a seu destino. Com as grandes empresas acontece a mesma coisa: elas têm visão. É isso que lhes permite administrar a continuidade e a mudança simultaneamente. Hewlett-Packard, Sony ou Disney são empresas quesabem distinguir entre o imutável e o variável. Uma visão clara ajuda a reconhecer a diferença entre os dois estados.

No artigo a seguir, os autores explicam detalhadamente os dois componentes-chave da visão: a ideologia central (formada por valores básicos e finalidade básica) e a visualização do futuro (feita com a definição de supermetas e a descrição vívida desse futuro). Vários exemplos deempresas são citados aqui, como Merck, Nordstrom, Procter & GambIe, Ford, 3M e Citibank, entre outras.

Ao lado de estratégias e práticas comerciais que se adaptam incontáveis vezes às mudanças mundiais, as empresas de sucesso duradouro apresentam valores e objetivos fundamentais que permanecem invariáveis. A dinâmica de preservar o básico, estimulando em paralelo o progresso, é que levouempresas como Hewlett-Packard, 3M, Johnson & Johnson, Procter & Gamble, Merck, Sony, Motorola, Nordstrom e Disney ao topo do mercado, com capacidade de renovação e desempenho superiores em longo prazo.

Os funcionários da Hewlett-Packard sabem que mudanças radicais em práticas operacionais, normas culturais e estratégias comerciais não arranham os princípios básicos da empresa.
A Johnson & Johnsonquestiona regularmente sua estrutura e reformula seus processos, mas preserva os ideais incorporados à sua filosofia. Em 1996, a 3M desfez-se de várias de suas divisões grandes (e já maduras) e passou a se concentrar em sua meta básica e essencial: solucionar de maneira inovadora problemas ainda não solucionados. Analisamos empresas como essas durante a pesquisa para o livro Feitas para Durar (ed.Rocco) e descobrimos que, desde 1925, seu desempenho superou 12 vezes o do mercado acionário em geral.

As empresas realmente grandes compreendem a diferença entre o que nunca deve ser mudado e o que deve estar aberto a mudanças. Essa rara capacidade de administrar continuidade e mudança - que exige disciplina consciente - está estreitamente vinculada à capacidade de desenvolver uma visão. É avisão que indica que princípios básicos devem ser preservados e para qual futuro se deve progredir.
A palavra "visão" tornou-se, infelizmente, uma das mais desgastadas e menos compreendidas dos últimos tempos. Sugerimos, portanto, uma nova forma de definí-la, esclarecendo e dando maior precisão aos conceitos vagos e confusos que a circundam. Queremos, assim, fornecer uma orientação prática de...
tracking img