Negocios eletronicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 37 (9030 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Capítulo 2

Página 1 de 17

2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 2.1. PLANEJAMENTO, PROJETO E AVALIAÇÃO SOCIAL Nos países em desenvolvimento como o Brasil, é difícil definir prioridades de investimentos para esta ou aquela região. O planejamento econômico é a melhor forma de ordenar as prioridades de investimentos dentro dos países em desenvolvimento. Nos países com decisão centralizada, o planejamento édito normativo, com a substituição dos mecanismos de mercado pela intervenção direta na produção e distribuição de bens e serviços. Já no Brasil, estamos passando de uma forma mista de planejamento, onde o governo e a iniciativa privada intervêm no processo produtivo, para um planejamento indicativo ou por incentivos. A ótica social, preocupada com o sacrifício de fatores e a satisfação doconsumo, avaliados a preços não necessariamente iguais aos de mercado, torna importante que o perfil social de um projeto seja transformado através de uma série de correções nos preços de mercado. A avaliação social de projetos tem por objetivo aferir a importância relativa de um projeto ou um conjunto de projetos para a sociedade como um todo. Normalmente esse tipo de estudo deve ser desenvolvido pelosórgãos de fomento ao desenvolvimento, como por exemplo os bancos de desenvolvimento - BADESC, BRDI, BNDES, BID e BIRD, e órgãos de planejamento ao nível nacional, estadual e municipal. Nessa avaliação, os critérios que irão nortear a seleção de um ou outro projeto são subjetivos ou políticos, espelhando dessa forma as preferências do decisor, ou as diretrizes governamentais que o organismofinanciador deve respeitar. Avaliação social, avaliação econômica, análise custo/benefício, sob qualquer título esta avaliação tem como objetivo determinar os efeitos das decisões de investimentos, públicos ou privados, sobre a economia de um país ou de uma região. Em outras palavras, o que se pretende medir são os efeitos de decisões de investimentos sobre o bem-estar dos países, regiões ou grupossociais atingidos pelos projetos. As diferenças entre a avaliação empresarial ou privada e a avaliação social são oriundas de distorções no sistema de preços da economia. As distorções verificadas no sistema de preços são explicadas por diversos fatores existentes em todas as economias, notadamente em países subdesenvolvidos ou em vias de desenvolvimento. Pode-se citar como exemplos: subemprego defatores de produção, principalmente de mão-de-obra; práticas protecionistas e de reserva de mercado, favorecendo situações de monopólio; isolamento de mercados, principalmente do interior, impondo dificuldades à livre circulação de bens e serviços; existência de mercados cativos, tanto interna quanto externamente. Assim, enquanto a avaliação privada identifica e contrapõe as receitas e custos naesfera da empresa, onde essencialmente se concentram os efeitos diretos do projeto, a avaliação social deve considerar os benefícios e custos numa perspectiva mais ampla - a de todos os agentes econômicos atingidos pelos efeitos diretos, indiretos ou induzidos do projeto. Em síntese, o problema da avaliação de projetos, pela ótica de seus efeitos, se resume em medir as modificações que esses projetosprovocam nas diferentes grandezas econômicas e em seu equilíbrio relativo, pelo fato de atuarem de forma diferenciada sobre elas. O desenvolvimento de metodologias para ASP apresentou grandes avanços nos anos sessenta e setenta, basicamente em função da publicação, por parte dos organismos de fomento internacionais

http://www.eps.ufsc.br/disserta97/fernandes/cap2.htm

27/03/2013

Capítulo2

Página 2 de 17

de manuais para ASP (DASGUPTA et al, 1972 e LITTLE & MIRRLEES, 1968). Em 1975, um livro publicado pelo BIRD estendia a metodologia originalmente proposta por LITTLE & MIRRLEES, 1968, tornando-a mais operacional ao propor que os preços sociais fossem calculados a partir de fatores de conversão, obtidos pelo órgão de planejamento central do país em questão. Embora o BIRD não...
tracking img