Ncrf 17

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 75 (18737 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 27 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Impacto nas Demonstrações Financeiras da Adopção da NCRF 17 – Agricultura, um exemplo
de animais vivos

Nota Biográfica

Adriano Torres da Silva, nasceu na freguesia de Canidelo, concelho de Vila do Conde em
30/01/1967, conclui o Bacharelato em Contabilidade e Administração no Instituto de
Contabilidade a Administração do Porto em 24/09/1988, o CESE, em Contabilidade no
InstitutoSuperior da Maia em 04/08/1994. Como actividade profissional, iniciou a sua
actividade profissional num gabinete de contabilidade do concelho de Vila do Conde em
Outubro de 1988, tendo adquirido as quotas desse gabinete em 1991, e tendo-as alienado em
2005, desempenhou funções de contabilista e Técnico Oficial de Contas nesse gabinete e em
1998, após exames de admissão abraçou aprofissão de Revisor Oficial de Contas, tendo nos
últimos anos desempenhado essa função em várias empresas, assim como a actividade de
consultor.
No ano lectivo de 2008/2009 frequentou a parte escolar do Mestrado em Contabilidade, que
terminou com média final de 16 valores, iniciando posteriormente a elaboração da tese para
obtenção do grau de Mestre.

I

Impacto nas DemonstraçõesFinanceiras da Adopção da NCRF 17 – Agricultura, um exemplo
de animais vivos

Agradecimentos

Ao meu orientador Professor Doutor Rui Couto Viana pela disponibilidade manifestada,
sugestões, correcções e contribuições manifestadas e ainda, pelo empenho e estímulo que me
transmitiu.
Não posso também deixar de agradecer a todos quantos directamente ou indirectamente
contribuíram paraeste trabalho, nomeadamente os amigos, e os clientes, a quem eu não
dispensei a atenção necessária, que me ajudaram não cobrando as minhas falhas.
Um particular agradecimento à minha família, em especial à minha esposa Rosa Maria pelo
incentivo e apoio transmitido ao longo de toda a investigação, ao Luis e à Margarida pela
atenção e tempo que lhes privei ao longo deste período.

II Impacto nas Demonstrações Financeiras da Adopção da NCRF 17 – Agricultura, um exemplo
de animais vivos

Resumo

A crescente importância dada ao Justo Valor como forma de mensuração, em detrimento do
custo histórico, implica que a determinação do seu valor, e posterior registo, esteja na agenda
dos organismos normalizadores. O IASB emitiu a IAS 41 na qual prevê a mensuração ao
JustoValor dos activos biológicos e produtos agrícolas. Portugal, não estando indiferente a
esta problemática, introduz entre nós o Justo Valor como forma de mensurar os activos
biológicos e os produtos agrícolas no recentemente criado Sistema de Normalização
Contabilística, com Norma de Contabilidade e de Relato Financeiro 17 - Agricultura, e na
qual dá corpo às preocupações sentidas anível mundial relativamente a estas matérias.
O presente trabalho tem como principal objectivo evidenciar as alterações ao nível dos
Resultados, dos Capitais Próprios e dos Activos, pela adopção do ―Justo Valor‖ nos Activos
Biológicos, decorrentes da transição do Plano Oficial de Contabilidade para o Sistema de
Normalização Contabilística, Balanço de abertura, e no primeiro exercício emque vigora a
Norma de Contabilidade e de Relato Financeiro 17 - Agricultura.
O presente trabalho está dividido em três capítulos. No primeiro analisamos a problemática da
harmonização a nível internacional, no segundo centramo-nos em Portugal, e no terceiro e o
último compreende um estudo de aplicação a uma empresa agrícola, que apresentou as suas
contas de acordo com o Plano Oficialde Contabilidade, e iremos aplicar Norma de
Contabilidade e de Relato Financeiro 17 - Agricultura, permitindo-nos concluir das diferenças
encontradas ao nível dos Resultados do Exercício, do valor dos Activos e do valor dos
capitais próprios.

III

Impacto nas Demonstrações Financeiras da Adopção da NCRF 17 – Agricultura, um exemplo
de animais vivos

Índice Geral
Capitulo I...
tracking img