Naturalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1596 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Naturalismo
Naturalismo é uma escola literária conhecida por ser a radicalização do Realismo, baseando-se na observação fiel da realidade e na experiência, mostrando que o indivíduo é determinado pelo ambiente e pela hereditariedade. A escola esboçou o que pode-se declarar como os primeiros passos do pensamento teórico evolucionista de Charles Darwin.
Literatura
Os romances naturalistas sedestacam pela abordagem extremamente aberta do sexo e pelo uso da linguagem falada. O resultado é um diálogo vivo e extraordinariamente verdadeiro, que na época foi considerado até chocante de tão inovador. Ao ler uma obra naturalista, tem-se a impressão de estar lendo uma obra contemporânea, que acabou de ser escrita. Os naturalistas acreditavam que o indivíduo é mero produto da hereditariedade eseu comportamento é fruto do meio em que vive e sobre o qual age. A perspectiva evolucionista de Charles Darwin inspirava os naturalistas, que acreditavam ser a Seleção Natural impulsionadora da transformação das espécies. Assim, predomina nesse tipo de romance o instinto, o fisiológico e o natural, retratando a agressividade, a violência, o erotismo como elementos que compõem a personalidadehumana.
Ao lado de Darwin, Hippolyte Taine e Auguste Comte influenciaram de modo definitivo a estética naturalista. Os autores naturalistas criavam narradores oniscientes e impassíveis para dar apoio à teoria na qual acreditavam. Exploravam temas como a homossexualidade, o incesto, o desequilíbrio que leva à loucura, criando personagens que eram dominados por seus instintos e desejos, pois viam nocomportamento do ser humano traços de sua natureza animal.

Naturalismo no Brasil
Após o movimento do realismo, surge no Brasil o Naturalismo com a publicação da obra “O Mulato” de Aluísio Azevedo em 1881.
Esse movimento tornou-se bastante conhecido e importante por tratar de temas nunca antes trabalhados, foi influenciado pelas idéias de Darwin, Hippolyte Taine, Émile Zola e Auguste Comte.O naturalismo brasileiro aborda temas principalmente voltados para o comportamento humano, realidade social brasileira destacando a vida nos cortiços, o preconceito e diferenciação social. Além disso, os autores brasileiros passaram a retratar em seus personagens traços de natureza animal, desde impulsos sexuais à comportamentos instintivos e narravam em suas obras os conflitos do cotidiano,situações anormais e desfechos catastróficos de forma bastante objetiva e detalhada sempre com muito pessimismo.
A obra “O cortiço” escrita por Aluísio Azevedo marcou essa nova tendência e mostrou completamente o estilo naturalista brasileiro.

Autores do naturalismo brasileiro

Aluísio Azevedo – Nasceu em São Luís em 14 de abril de 1857, foi umnovelista,contista,cronista,diplomata,caricaturista e jornalista brasileiro. Faleceu em Buenos Aires, 21 de janeiro de 1913.
Teve como suas principais obras “O mulato” escrita em 1881 que introduziu o naturalismo no Brasil e “O cortiço”. Além dessas obras, escreveu também:
- “Mistério da Tijuca ou Girândola de Amores” (1882)
- “Memórias de um Condenado ou A Condessa Vésper” (1882)
- “Casa de Pensão” (1884)
-“Filomena Borges” (1884)
Júlio Ribeiro – Nasceu em Sabará, 16 de abril de 1845, foi escritor e gramático. Era um representante polêmico do naturalismo, abolicionista e anticlerical. Morreu em Santos, 1 de novembro de 1890.
Sua obra mais importante e conhecida foi o romance “A carne” publicado em 1888. Escreveu também outras obras, como:
- “O Padre Belchior de Pontes” (2 volumes, 1867 / 1868)- “Cartas sertanejas” (1885)
- “A Carne” (1888)
- “Uma polêmica célebre” (1934)
Adolfo Caminha – Nasceu em Aracati, 29 de maio de 1867, escritor brasileiro e um dos principais representantes do naturalismo no Brasil. Morreu no Rio de Janeiro, 1 de janeiro de 1897.
Suas principais obras foram “A normalista” e “O bom-crioulo” publicados em 1893. Outras obras escritas por...
tracking img