Nada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1027 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Esse partido, além de desrespeitar as regras, punia pessoas por crimes antes considerados legais, além de assassinar os que não concordavam com suas decisões. Após um longo período com esse regime, acabaram saindo do poder, dando novamente lugar á democracia. Porem, como nem tudo são flores, alguns problemas acabaram por permanecer. Um desses problemas foi “o caso dos denunciantes invejosos”, queeram pessoas na qual, ao serem movidas pela inveja, denunciavam inimigos pessoais ao partido dos camisas purpuras, e se caso tais denuncias fossem comprovadas, poderiam levar suas vitimas á morte. Esse caso, avaliado com presteza pelo ministro de justiça, deveria ser solucionado o quanto antes, pois o povo exigia que alguma exigência fosse tomada. Para isso, o ministro pediu a opinião de cincodeputados, que o ajudariam a tomar a melhor decisão sobre o caso.
1º deputado
Nada poderia ser feito sobre o caso, pois as denuncias que foram feitas pelos denuncias eram de fato ilícitas de acordo com o governo legal que era vigente, sendo assim, não teria motivo para puni-los. O novo partido dava ao juiz uma liberdade de decisão muito menor no âmbito penal, diferente do governo que oscamisas-purpuras comandavam. A tolerância estava presente no novo governo, às decisões poderiam ser moldadas e as opiniões divergentes eram ouvidas. Além de não fazer nada em relação ao caso, era necessário conter a população que tivesse sede de vingança.
2º deputado
Considerar o partido dos camisas-purpuras como um governo legal era um absurdo, pois um governo legal precisava de leis conhecidas peloseu povo e os casos parecidos precisavam ser tratados de formas parecidas, diferente do que acontecia no regime dos camisas-purpuras, e quando esse partido chegou ao poder, o direito deixou de existir, havendo assim uma guerra de todos contra todos e “os atos dos assim chamados denunciantes invejosos nada mais eram do que uma fase dessa guerra – pag.42”. Entretanto nada poderia ser feito, já que oregime que existia não possuía nenhum tipo de direito.
3º deputado
O regime dos camisas-purpuras não era totalmente fora da lei, nem totalmente dentro da lei. Caso refletido de forma não-emocional , percebia-se que o regime dos camisas-púrpuras não era uma guerra de todos contra todos, e abaixo da politica, a vida era normal. Os assassinatos cometidos pelos denunciantes não poderiam passarimpunes, por isso, seria preciso fazer distinções entre os motivos que tais denunciantes tiveram para recorrer ao ato de denunciar seus inimigos e punir os de fácil tratamento.
4º deputado
Para resolver o caso, era necessário atuar conforme normas jurídicas editadas. Estudar o caso, e elaborar uma lei “para regulamentar todos os desdobramentos do problema p.47”. Desenvolver penalidades apropriadasaos crimes dos denunciantes seria essencial, sem trata-los diretamente como assassino, pois a vitima da denuncia já havia morrido, não tendo como voltar atrás. Além disso, seria necessário dar um novo significado á palavra “inveja”, o que não seria trabalho fácil.
5º deputado
O necessário seria que o próprio povo tomasse as devidas decisões, dessa forma, o caso seria resolvido sem nenhumenvolvimento oficial. Mesmo havendo certas confusões e mortes de inocentes, o governo e o sistema politico não seriam envolvidos, valendo a pena.

Parte 2

Um mês após conferencia com a participação dos cinco deputados, o ministro permanecia em duvida, por isso pediu também ajuda a cinco professores de direito.

Prof. Golden age

Para Golden age, as leis são feitas por pessoas quenão possuem preparação técnica, ou seja, os políticos. “O tratamento que merecem os denunciantes invejosos é uma questão de aplicação do direito pag.57”. Desde Roma o direito se identifica com a justiça. As ordens politicas não devem ser cegamente respeitadas e executadas. A preservação da liberdade, dignidade e igualdade deve ser mantida. Seria necessário agir como cidadãos maduros, para que a...
tracking img