Munguele

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1234 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CIENCIAS SOCIAIS
A Sociologia surgiu em um contexto social específico, marcado por profundas transformações sociais que criaram a necessidade de compreender a sociedade sob a perspectiva da ciência. Este contexto histórico foi:
 
A)
o pensamento grego e as guerras púnicas influenciaram decisivamente na constituição da sociologia;
B)
as revoluções burguesas inglesas foram fundamentais paraque a sociologia se fundamentasse como ciência;
C)
a revolução francesa não constituiu um fator importante para o pensamento ocidental e o surgimento da sociologia;
D)
 
a revolução industrial e a revolução francesa foram fundamentais para a instalação da sociedade capitalista e o surgimento da sociologia;
E)
o movimento sindical foi influenciado pela sociologia assim como os sociólogosatuam nesse movimento no século XIX.

Foi  no Renascimento que o homem europeu retornou  a prática do pensamento especulativo, concebendo o seu papel na história dos acontecimentos como agente. O pensamento social renascentista expressou-se nas obras de pensadores como  Nicolau Maquiavel e Thomas Morus. Nestas duas obras observa-se:
A)
uma análise clara das bases em que se assenta o poderpólítica da época;
B)
a expressão dos ideais de vida moderada, laboriosa e igualitária;
C)
a vida dos homens já aparecendo como resultado das condições econômicas e políticas e não de sua fé ou de sua consciência individual;
D)
o modelo de monarca ideal para reinar e manter seu poder;
E)
uma apurada crítica da ordem social;

Pode-se dizer que a partir do Renascimento ocorreramtransformações profundas na Europa. Entre elas destacam-se:
A)
A formação de uma mentalidade laica e a negação do individualismo
B)
A formação de uma postura crítica em relação ao conhecimento científico
C)
A formação de uma mentalidade laica e a defesa do emprego de métodos científicos
D)
A consolidação da mentalidade religiosa já que o teocentrismo foi adquirindo maior credibilidade.
E)A formação de uma mentalidade laica, embora os filósofos e pintores deste período tenham valorizado os princípios religiosos.
No início da Revolução Industrial o trabalho infantil foi utilizado com grande intensidade pelos capitalistas por quê:
A) apelava para o ideal de homem ativo e poupador
B) apelava para o dever do trabalho e o repúdio a ociosidade
C) orientava a criança para adisciplina, o esforço físico e o bem estar social
D) supunha, na criança, maior docilidade e obediência em virtude de sua fragilidade.
E) exigia da criança a subsistência e a liberdade de ocupar o tempo livre.

ENADE 2004
"O homem se tornou lobo para o homem, porque a meta do desenvolvimento industrial está concentrada num objeto e não no ser humano. A tecnologia e a própria ciência nãorespeitam valores éticos e, por isso, não tiveram respeito algum com  o humanismo, para a convivência e para o sentido mesmo da existência. Na própria política, o que contou no pós-guerra foi o êxito econômico e, muito pouco, a justiça social e o cultivo da verdadeira imagem do homem. Fomos vítimas da ganância e da máquina. Das cifras. E, assim, perdemos o sentido autêntico da confiança, da fé, do amor.As máquinas andaram por cima da plantinha sempre tenra da esperança. E foi o caos."
ARNS, Paulo Evaristo. Em favor do homem. Rio de Janeiro: Avenir, s\d, p. 10.
De acordo  com o texto, pode-se afirmar que:
A)
A industrialização, embora respeite os valores éticos, não visa o homem.
B)
A confiança, a fé, a ganância e o amor se impõem para uma convivência possível.
C)
A política dopós-guerra eliminou totalmente a esperança entre os homens.
D)
O sentido da existência encontra-se instalado no êxito econômico e no conforto.
E)
O desenvolvimento tecnológico e científico não respeitou o humanismo

A Revolução Industrial ocorrida no final do século XVIII transformou as relações do homem com o trabalho. As máquinas mudaram as formas de trabalhar, e as fábricas concentraram-se...
tracking img