Multiplos conceitos que forman a cultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3307 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Rev Bras Psiquiatr 2000;22(Supl II):16-9

obsessivoTranstorno obsessivo-compulsivo
Maria Conceição do Rosario-Campos e Marcos T Mercadante
Protoc, Departamento e Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP. Child Study Center, Yale University Schools of Medicine & Nursing, Yale, USA

Introdução
O transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) é caracterizado
pela presença de obsessõese/ou de compulsões. A relativa simplicidade do diagnóstico categorial sugeriria tanto uma precisa
delimitação nosográfica, quanto uma homogeneidade do quadro. No entanto, resultados de pesquisas recentes têm enfatizado
dois conceitos. O primeiro refere-se à heterogeneidade do quadro. O segundo refere-se à concepção de que o TOC poderia
ser estudado a partir de uma visão dimensional e contínua,ou
seja, dentro de um espectro obsessivo-compulsivo.
Sendo assim, para o aprofundamento do conhecimento do
TOC é necessário buscar-se subgrupos mais homogêneos de
pacientes. As peculiaridades da apresentação do TOC na infância e adolescência sugerem que o início precoce dos sintomas delimitaria um subtipo de pacientes.
As prevalências de estudos epidemiológicos em adolescentes revelaramtaxas entre 1,9% e 3,0% nos Estados Unidos e entre 2,3% e 4,1% em outros países.1 A distribuição
entre os sexos parece variar de acordo com as diversas faixas etárias, sendo que em crianças há uma preponderância
de meninos. No presente artigo, procurou-se desenvolver
os aspectos mais importantes e atuais na avaliação de crianças e adolescentes com TOC.
Diagnóstico e quadro clínico
Obsessões podemser definidas como eventos mentais, tais
como pensamentos, idéias, impulsos e imagens, vivenciados
como intrusivos e incômodos.2 Como produtos mentais, as
obsessões podem ser criadas a partir de qualquer substrato da
mente, tais como palavras, medos, preocupações, memórias,
imagens, músicas ou cenas.
Compulsões são definidas como comportamentos ou atos
mentais repetitivos, realizados paradiminuir o incômodo ou a
ansiedade causados pelas obsessões ou para evitar que uma
situação temida venha a ocorrer.2 Não existem limites para a
variedade possível das obsessões e das compulsões.3
Numa revisão, March e Leonard4 relataram como mais freqüentes em crianças e adolescentes as obsessões de contaminação, de medo de ferir-se ou de ferir os outros, sexuais e de
religiosidade e ascompulsões de lavagem, repetição, checagem
e rituais de tocar em objetos ou pessoas.
Na infância, as compulsões comumente antecedem o início
das obsessões, que podem ser menos freqüentes que na idade
adulta. Em um estudo recente, foi descrito um intervalo médio
de 1,6 anos entre o início das compulsões e o das obsessões em
pacientes com início dos sintomas até os dez anos de idade.5
SII 16Uma questão importante para a avaliação de crianças com TOC
é a semelhança entre os sintomas obsessivo-compulsivos (SOC)
e os comportamentos repetitivos característicos de algumas fases do desenvolvimento, tais como os rituais e as superstições.
Dos dois aos quatro anos de idade, as crianças apresentam intensificação dos comportamentos repetitivos. Os rituais mais comuns nesta fase pré-escolaracontecem, principalmente, nos horários de dormir, de comer e de tomar banho. Por exemplo, uma
história precisa ser contada da mesma forma várias vezes, os
alimentos precisam ser organizados no prato de acordo com regras pré-estabelecidas, só tomam banho se estiverem com um
brinquedo específico. A partir dos seis anos, os rituais se manifestam mais em brincadeiras grupais. Os jogos passam a terregras rígidas e iniciam-se as coleções dos mais variados objetos.
Outros exemplos de comportamentos ritualísticos normais são
as superstições. Encontradas em todas as faixas etárias, parece
haver uma mudança qualitativa com a idade.
Rituais e superstições são normais para estas fases do desenvolvimento. Eles têm geralmente o objetivo de auxiliar no desempenho e dar uma sensa çã o de controle...
tracking img