Muay thai

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (655 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTHUR SHOPENHAUER

1788-1860

Shopenhauer
Irracionalismo: doutrina que nega o valor da razão
humana, ou limita seu alcance apenas a certos
domínios. Valorização da vontade, do sentimento, dodesejo e da ação. Para Schopenhauer, a realidade é
vontade irracional, onde o finito nada mais é que mera
aparência da realidade. A vontade infinita, traz com ela
a característica dainsaciabilidade, sendo então algo
conflituoso que geraria dor e sofrimento ao homem.;
• “ Tudo o que o mundo inclui ou pode incluir é
inevitavelmente dependente do sujeito, não existindo
senão para o sujeito.O mundo é representação”. Não
e xiste uma realidade exterior absoluta, antes é
necessário existir o sujeito;
• Visão pessimista: “ o ser humano seria
essencialmente vontade, o que o levaria adesejar
sempre mais , produzindo sempre uma insatisfação
constante;




“O dinheiro é uma felicidade
humana abstrata; por isso aquele
que já não é capaz de apreciar a
v erdadeira felicidadehumana,
dedica-se completamente a ele.” –
Arthur Schopenhauer

Shopenhauer
Vontade: representa o querer viver, é o querer realizar-se. A vontade
é uma coisa em si mesma, irredutível a qualqueroutra coisa, sem
causa, independente do tempo e do espaço, e das categorias. A
vontade aqui nada tem a ver com a decisão racional por uma opção
de agir, mas trata-se de um ser absoluto, essênciaprimeira, a coisa
em si, o noumeno, que é irredutível e gera todas as coisas deste
mundo.

Conceitos-Chave
No mundo tudo é fenômeno, ou seja, ilusão, aparência,
fantasia essa verdade é a que deveser retirada da obra de
Kant. De fato, qualquer objeto de conhecimento é sempre
condicionado ou, melhor, determinado, pelos esquemas
radicados na mente do sujeito cognoscitivo: o espaço, o tempo,
arelação de causa-efeito.
I sso significa que todo conhecimento é sempre e
essencialmente uma construção mental, uma representação.
Conclui-se que toda as nossas convicções são subjetivas, não...
tracking img