Monteiro lobato e o homem do campo: jeca tatu e zé brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2459 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

LOBATO, José Bento Monteiro. Idéias de Jeca Tatu. 7 ed. São Paulo: Brasiliense, 1956.
LOBATO, José Bento Monteiro. Zé Brasil. Editorial Vitória, Rio de Janeiro, 1947.

MONTEIRO LOBATO

Nascido em São Paulo, mais precisamente na cidade de Taubaté, José Bento Monteiro Lobato deu seus primeiros passos em 1882. Cursou a faculdade de Direito do Largo São Francisco emanifestou suas paixões entre escrever e desenhar. Sua vida foi uma trajetória peculiar passando por fazendeiro, jornalista e até editor de revista, a qual foi adquirida com o dinheiro da fazenda que herdara de seu avô. Suas obras se embrenharam entre a infância e política, se mostrando um escritor preocupado com os problemas que assolavam o Brasil de seu tempo.

JECA TATU

Em 1924, MonteiroLobato, lança um pequeno livro com o objetivo de ensinar as condições básicas de higiene no Brasil, cujo, sua personagem nessa obra aparece de nome Zeca Tatuzinho, em forma bem humorada, não deixa de ser um trabalho educativo, pois seu objetivo principal era divulgar um medicamento com o nome de Biotônico Fontoura.
Na primeira parte, Monteiro lobato identifica e apresenta a personagem aopúblico. Jeca Tatu é um pobre caboclo que mora no mato. Sua casa não tem mobília nenhuma, vivia a maior parte do tempo com sua esposa, muito triste por sinal e magra. Seus filhos são pálidos e também muito tristes.
O cotidiano de Jeca Tatu é ficar de cócoras, pitando seu cigarro de palha, o qual soa da forma colocada por Monteiro lobato como algo ruim, um ócio só.
Jeca Tatu não tinha ânimo de fazernada, seu cotidiano era preenchido por tarefas não muito produtivas do ponto de vista comercial e financeiro. Ia ao mato caçar, tirar palmitos, cortar cachos de brejaúva, mas não tinha ânimo para plantar um pé de couve, mesmo dispondo de terras e de um ribeirão, no qual apenas pescava uns lambaris de vez em quando. E assim ia vivendo.
Jeca e sua família não dispunham de bens algum. Não tinhamroupas, móveis, nada que representasse conforto. Somente algumas peneiras furadas, um banquinho de três pernas e uma espingardinha. Para completar, os que passavam ali o chamavam de preguiçoso.
Na segunda parte, Monteiro Lobato resgata as origens da falta de coragem de Jeca Tatu e acrescenta outro mal ao pobre coitado. Além de ser um vadio, também é alcoólatra. Pois, Jeca era tão fraco que nãoconseguia lenhar direito. Quando tentava fazê-lo voltava com um feixinho de lenha que parecia brincadeira. Quando lhe perguntavam por que não trazia um feixe grande ele respondia: “Não paga a pena!”. A única coisa que pagava a pena era beber pinga, para esquecer as desgraças da vida.
Na terceira parte fica evidente que o problema está em Jeca e não na terra que ele ocupa, pois apesar de possuirvários alqueires, não sabia aproveitá-la. A vida que rodasse, o mato que caísse, os porcos e as galinhas que cavassem a vida, porque Jeca não lhes dava o que comer. Possuía um cachorro, muito sarnento e magro e que vivia cheio de bernes, pois nem para tirar os bernes do cão Jeca prestava.
Na quarta parte, surge a figura do imigrante italiano. Homem corajoso e trabalhador, aquilo que, de acordo com adescrição, Jeca nunca seria. O imigrante era tão produtivo que nem formiga em suas terras existiam. Além de preguiçoso e bêbado, todos ainda o chamavam de idiota, pois não tinha coragem de matar as formigas, porque não pagava à pena.
Somente com a chegada do doutor, na quinta parte, é que o público descobre que na realidade o que Jeca tem não é preguiça e sim doença. Só foi possível descobrir omal, graças ao doutor da cidade, pois o homem do campo jamais seria capaz de descobrir e resolver seu problema sozinho. Isso nos mostra a essência desta obra de Monteiro Lobato: A questão médico-sanitarista.
Na sexta parte, após atestar que Jeca sofria de ancilostomíase, o doutor lhe receita o antídoto (ANKILOSTOMINA FONTOURA) que mudará nosso Jeca, tornando-o capaz até de superar o...
tracking img