Monografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 52 (12772 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO



Este trabalho é resultado de reflexões e experiências desenvolvidas ao longo de uma trajetória de militância em movimentos sociais tendo como foco a questão de gênero e, ainda, do desejo de elevar a nossa contribuição junto aos Movimentos Sociais Populares, no que tange aos estudos que aprofundam o conhecimento das práticas sócio-educativas dos militantes destesmovimentos que trabalham as relações entre homens e mulheres, tendo em vista a construção de uma nova cultura nas relações de gênero.
Estudar tema relacionado à questão de gênero, numa sociedade construída a partir de concepções machistas é um grande desafio. No entanto é um exercício que dá prazer, pois, possibilitam a desconstrução de modelos, idéias, conceitos considerados universais.Sendo este trabalho de pesquisa parte do Projeto de Intercâmbio - Sujeitos e Saberes na mediação de práticas sócio-educativas, desenvolvido entre a UFPI - Universidade Federal do Piauí/Brasil e a UNIVR – Università Degli Estudi di Verona/Itália, que contempla a Especialização em “Educação, Políticas Públicas e Desenvolvimento Sustentável” e a criação de dois Centros de Referência –“Infância/Mulher/Território”, no Parque Eliane, e “Juventude/Escola/Território”, na Escola Técnica Estadual João Mendes Olímpio Melo - PREMEM-Norte temos a intenção de discutir, especificamente, as relações de gênero construídas no Parque Eliane, com um olhar sobre as práticas educativas desenvolvidas no contexto desse Projeto de Intercâmbio, com base na prática de pesquisa-ação. Neste sentido,delimitamos o objeto de pesquisa e decidimos fazer uma investigação a partir do Grupo de Mulheres Perseverantes, especificamente, as mulheres adultas e jovens que participaram da oficina de bijuteria.
A partir dessa compreensão desenvolveu-se um trabalho de pesquisa partindo-se do seguinte problema: até que ponto as práticas educativas, em desenvolvimento, no Parque Eliana, vem contribuído paraa construção de um processo de emancipação e empoderamento das mulheres, nas dimensões humanas, político-organizativas, de incorporação da economia solidária e construção de um novo olhar sobre as relações de gênero?
Para responder a esta questão este trabalho estrutura-se em 04 capítulos. No primeiro, retratamos os caminhos que se entrecruzaram a partir da pesquisa-ação e descrevemos osmomentos de trocas de saberes construídos e vivenciados ao longo do processo de pesquisa. No segundo, fazemos um resgate histórico das lutas, organização e políticas públicas direcionadas às mulheres no campo dos movimentos feministas, da educação, da participação das mulheres na política, no trabalho e no combate à violência. No terceiro, partimos de reflexões de alguns teóricos para fundamentar nossosestudos e, assim, construirmos novos conhecimentos, desconstruindo conceitos e práticas estabelecidas historicamente, através da educação.
Por fim, ressaltamos os saberes revelados e as novas práticas de empoderamento das mulheres do Parque Eliane. Neles percebemos o processo de saída da invisibilidade, causada por um sistema opressor e o tornar-se sujeitas no conduzir de sua própria história.Dessa forma, este trabalho foi importante porque possibilitou um estudo mais abrangente sobre a temática de gênero junto ao grupo de mulheres do Parque Eliana, pela sua relevância acadêmica, haja vista ser um tema em ascensão dentro dos estudos desenvolvidos nas universidades e, ainda, pela colaboração que trará para a desconstrução das relações machistas estabelecidas em nossa sociedade.CAPÍTULO I



1 - CAMINHOS QUE SE ENTRECRUZARAM



1.1 - OBJETO DE ESTUDO

O Parque Eliane é uma comunidade localizada na zona sul de Teresina, capital do Piauí, à esquerda da PI – 130, que liga Teresina ao município de Palmeirais. A sua origem é resultado de uma ocupação aonde os ocupantes vinham de outros bairros como Angelim,...
tracking img