Monografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2610 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Metodologia Científica
Lia Hasenclever1

A palestra está dividida em quatro seções. Na primeira seção iremos discutir o que é ciência. Na segunda seção abordaremos uma estratégia de decisão e ação para a pesquisa e na terceira seção a apresentação e a comunicação dos resultados científicos, com ênfase na apresentação de monografias. Finalmente, na quarta seção, discutiremos os temasapresentados nas seções anteriores.

O que é Ciência?
Na visão do senso comum, conhecimento científico é conhecimento provado. As teorias científicas resultam de uma maneira rigorosa de obtenção de dados por meio de observação e experimentação. A ciência é baseada em coisas concretas. Opiniões ou preferências pessoais e suposições especulativas são preteridas em favor da objetividade. A confiança noconhecimento científico decorre da sua possibilidade de prova objetiva.

Seria a ciência a religião dos tempos modernos? E os cientistas os seus infalíveis sacerdotes na revelação da Verdade? Ou ela deveria ser encarada como uma das formas de saber, um empreendimento humano na busca de verdades parciais?

Refletir sobre o que é ciência significa entender seus métodos de trabalho, práticas eobjetivos. Vamos começar examinando a seguinte afirmação:

A ciência é um empreendimento essencialmente anárquico: o anarquismo teórico é mais humano e suscetível de encorajar o progresso do que as alternativas respeitadoras da lei e da ordem. Paul Feyerabend, 1975.

Paul Feyerabend - historiador e filósofo das ciências da Universidade de Berkeley, Califórnia - ao escrever a frase acima, estavaconvencido de que a complexidade da história da ciência e de suas

1 Professora Doutora do IE/UFRJ

1

revoluções é sempre mais rica em conteúdo, mais variada, mais multifacetada, mais viva e sutil do que qualquer historiador ou metodólogo podem imaginar.

Desta forma, o autor considera que o anarquismo, independente de valorações ou opções sobre filosofias políticas, é um excelentetratamento médico para a epistemologia e para a filosofia da ciência. Em outras palavras, pode ser uma alternativa para se evitar o avanço do progresso por excesso de regras que impedem enfim a adoção de uma estratégia para decisão e ação.

Sugere ainda que o processo de aprendizagem sobre o empreendimento científico não pode ser inteiramente ensinado através do conhecimento codificado nas regrasmetodológicas. Isto é, que ele compreende uma série de conhecimentos tácitos que não são transmissíveis a não ser pela experiência, vivência do processo de criação científica. O maior exemplo disto é a manutenção da atividade de iniciação científica como uma atividade importante na formação de cientistas, apesar da existência de uma infinidade de literatura sobre metodologia ou método científico. Estaatividade permite ao jovem aprendiz vivenciar o dia a dia do processo de criação científica e apreender por imitação vivenciada, experimentada.

Assim a ciência apesar de ser propagada como a mais racional das formas de saberes humano possui ainda muito de arte e de ofício. O processo de invenção das teorias e de sua contemplação muitas vezes é feito contra o método, ou seja, contra as regras dométodo científico. Por exemplo, a interpretação dos dados é feita de maneira descuidada, ou seja, de formas a se adaptar às concepções teóricas prévias, eliminando as dificuldades por meios de processos ad hoc, pondo-as de lado, ou recusando-se simplesmente a leva-las a sério. Comportam-se de acordo com o que foi denominado por T. Kunh como “cegueira de paradigma”.

A criação e a compreensão plenade uma idéia sobre um fenômeno são muitas vezes partes de um único processo indivisível. O processo de criação não é guiado por um programa bem definido. Guia-o antes uma vaga exigência, uma paixão, uma crença. A paixão dá origem a um comportamento concreto que cria as circunstâncias e as idéias necessárias para a análise e explicação do fenômeno sob um ponto de vista racional.

Por exemplo,...
tracking img