Monografia sobre aves

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7331 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

Nas últimas três décadas, a avicultura brasileira tem apresentado altos índices de crescimento. Seu bem principal, o frango, conquistou os mais exigentes mercados. O País se tornou o terceiro maior produtor mundial e líder em exportação. Atualmente, a carne de frango nacional chega a 142 países. Outras aves, como peru e avestruz, também tem se destacado nos últimos anos,contribuindo para diversificar a pauta de exportação do agronegócio brasileiro. Diante deste fato, há uma grande preocupação dos criadores de frango, governo e cooperativas, sobre as doenças que atacam as criações dessas aves. Uma dessas doenças é a Coccidiose Aviária (Ministério da Agricultura, 2010).
A coccidiose aviária, causada por especies de protozoário do gênero Eimeria, constitui-se numa dasdoenças infecciosas de maior importância econômica na avicultura industrial, tanto em granjas de frangos de corte, como em granjas de reprodutoras, apesar dos medicamentos anticoccidianos disponíveis no mercado (Dr. Juan Solis, 2005).
Neste trabalho, procuramos trazer para o público em geral, informações importantes sobre a coccidiose aviária como definição, ciclo de vida, patogenia, diagnósticos,imunidade, prevenção e controle, vacinação, histórico da doença, sinais clínicos, cuidados e tratamentos. As metodologias utilizadas foram: pesquisas em diversas fontes nacionais e internacionais sobre o assunto, site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, da Embrapa e de empresas ligadas ao ramo de criação de vacinas contra doenças aviárias.
Por ser o Brasil um importantepólo criador e industrial desse tipo de ave, este trabalho revisa informações sobre a Coccidiose Aviária para combatê-la.







2. Cocciose Aviária
É uma doença entérica causada por protozoário do gênero Eimeria, pertencente ao filo Apicomplexa. Alguns protozoários que compõem esse gênero parasitam aves domésticas causando uma enfermidade há muito tempo conhecida. Os protozoários sãoseres microscópicos unicelulares, geralmente muito resistentes aos desinfetantes, e que podem viver por longos períodos de tempo no solo. Eles multiplicam-se rapidamente no intestino, produzindo lesão tissular e toxinas deletérias para o bem estar do hospedeiro (KAWAZOE, 2000).
A coccidiose ou eimeriose é uma doença comum em galináceos que afeta animais de qualquer idade, porém, apresentandomaior incidência em animais jovens, causando lesões que comprometem os processos digestivos das aves. As aves acometidas por essa doença, dependendo do tipo de Eimeria, apresentam asas caídas, penas quebradas, parasitismo, debilidade, diarréia que varia da mucóide à sanguinolenta, desidratação, anemia, despigmentação da pele, prostação, podendo causar mortes em larga escala, principalmente em animaisconfinados (BENEZ, 2001).
Essa doença é considerada a mais prejudicial á avicultura industrial tanto em granjas de frangos de corte, como em granjas de reprodutoras. Não bastando o fato de que o agente causa enterite e diarreia. Consequentemente, há uma diminuição na absorção intestinal de nutrientes e, ainda um efeito sinérgico da coccidiose com outras doenças, sendo mais severoquando ocorre sozinha (ALLEN & FETTERER, 2002).
Outra característica intrínseca do gênero Eimeria é a condição de especificidade, ou seja, parasitam apenas uma espécie de hospedeiro (KAWAZOE, 2000).
A infecção se dá por meio da ingestão de oocistos esporulados, que estão presentes no ambiente, no alimento, na água e até na cama do animal. Os oocistos tem sua parede rompida pela ação mecânica damoela, liberando os esporocistos que após sofrerem ação da "tripsina quinase" tem os esporozoítos liberados (ALLEN & FETTERER, 2002).
Os parasitas pertencentes a este filo são caracterizados pela presença do complexo apical, um conjunto de organelas e estruturas relacionadas á invasão do parasita na célula hospedeiro. O complexo apical é constituído por anéis polares, conóide, microtúbulos...
tracking img