Modelo de politicas liberais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (459 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
|1 | |
|Curso: |Curso de Especialização em Gestão Pública Municipal |
|Pólo/Turma |Ilicínea - GPM- Turma B - 01/2011 |
|Tutor (a): |Cecília Ribeiro Voietta|
|Aluno (a): |Viviani Almeida Silva|

Tarefa II

I - O modelo liberal, dominante nos Estados Unidos, Austrália, Canadá e Suíça, baseia-se, principalmente, em políticas focalizadas para os mais necessitados. O mercadoconfigura-se como o principal provedor de serviços de bem-estar. Por este motivo, esse regime acaba por gerar uma estrutura dual na sociedade: pobres que necessitam dos baixos benefícios fornecidos peloEstado e os demais que dependem do mercado.
O modelo conservador, predominante na Europa continental (Alemanha, Áustria, França e Itália), possui como ator principal a família, cabendo ao Estado um papelsecundário de agir quando essa falha. Suas políticas costumam ser mais generosas, entretanto, dependem, geralmente, da inserção no mercado de trabalho. Por esse motivo, esse modelo acaba porreproduzir a estrutura de classes existente.
O modelo social-democrata (Suécia, Dinamarca, Noruega e Finlândia) que se baseia em políticas generosas e universais, com o intuito de retirar da família aresponsabilidade sobre os indivíduos. Devido a essas características possuem o maior potencial para tornar a estratificação social a mais igualitária dentre os regimes. Este regime está assentado noprincípio da solidariedade, e é marcado por políticas universalistas, onde se busca garantir direitos idênticos.
II - A crise do Estado de Bem Estar é um tema complexo para o qual não há consenso entre os...
tracking img