Modelo de matriz analitica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1398 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
11

Qualidade de Ensino:

MATRIZ ANALÍTICA PARA MONTAGEM DO PROJETO DE PESQUISA

Nome do aluno: Jan Carlos Dias de Santana Curso: Pós-Graduação Lato Sensu em Língua Portuguesa Pólo: Feira de Santana-BA Matriz Analítica do Projeto de Pesquisa apresentado ao Instituto Pró Saber como requisito parcial obrigatório para aprovação na disciplina Metodologia Científica. TEMA A variação dos verboshaver e ter. DELIMITAÇÃO DO TEMA A variação de haver e ter em contextos existenciais. PROBLEMA Na modalidade oral da língua falada, o verbo ter vem ocupando o posto de verbo existencial. Neste sentido, a substituição do verbo haver por ter em contextos existenciais é uma das mudanças em progresso no Português Brasileiro (PB). Assim, a partir de registros fônicos, será que o uso variável destesverbos apresenta sinal de mudança no português falado em Feria de Santana? Sendo que o uso também está relacionado ao nível de escolaridade do falante? HIPÓTESE(S) Assim, levando em consideração este questionamento, as hipóteses levantadas para a orientação deste trabalho são: a) os falantes da variedade popular tenderiam a não utilizar sistematicamente o verbo haver, nos contextos em que a gramáticatradicional o prescreve, sendo mais usado na fala culta; b) a variação dos verbos ter e haver não seria um caso de variação aleatória, mas sim condicionada a fatores linguísticos e sociais;

INSTITUTO PRÓ SABER – RUA GEORGINA ERISMAN, 185 – CENTRO CEP: 44001-448 FEIRA DE SANTANA – BAHIA. TEL.: 75 3604-9960 / 3225-2080 / 0800-282 8812 www.institutoprosaber.com.br /prosaber@institutoprosaber.com.br

11

Qualidade de Ensino:

c) o falante da variedade popular feirense empregaria estratégias diferentes no uso dos verbos em relação ao falante da variante culta e vice-versa; d) a análise do uso x não-uso do verbo haver evidenciaria uma tendência de mudança que levaria o desaparecimento de tal forma na fala popular.

OBJETIVOS
 OBJETIVO GERAL

Contribuir para o mapeamentolinguístico da região de Feira de Santana.
 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

1. Descrever e analisar o uso variável dos verbos ter e haver em contextos existenciais na fala feirense; 2. Verificar quais são os fatores linguísticos e sociais que condicionam tal variação; JUSTIFICATIVA Pretende-se, pois, investigar a realização desses verbos a partir de registros orais no dialeto do município de Feira de Santana,por entender que este tema precisa de mais análises quanto ao uso vernacular. Utilizando amostras do português feirense, o estudo servirá para que a comunidade acadêmica (re)conheça o comportamento linguístico, no sentido de combater o preconceito com relação ao modo de falar das pessoas. Este preconceito, gerado pela falta de conhecimento linguístico, muitas vezes contribui para marginalizar osusuários de tal variedade e provocando neles sentimentos de inadequação ao meio. Assim, esta pesquisa visa derrubar tais barreiras e, também, contribuir para um melhor entendimento do referido fenômeno linguístico no português brasileiro, sobretudo no dialeto feirense, trazendo maiores esclarecimentos a respeito do sistema pronominal e sobre a relação entre língua e sociedade, peça essencial nesteestudo. Além disso, esta pesquisa tem uma fundamental importância, por ter como foco a cidade de Feira de Santana, um “celeiro” de variados contatos linguísticos devido ao fato de ser o maior entroncamento rodoviário Norte-Nordeste.
INSTITUTO PRÓ SABER – RUA GEORGINA ERISMAN, 185 – CENTRO CEP: 44001-448 FEIRA DE SANTANA – BAHIA. TEL.: 75 3604-9960 / 3225-2080 / 0800-282 8812www.institutoprosaber.com.br / prosaber@institutoprosaber.com.br

11

Qualidade de Ensino:

REFERENCIAL TEÓRICO CALLOU, Dinah; AVELAR, Juanito. Estruturas com ter e haver em anúncios do século XIX. In: ALKMIM, T. Para a história do português brasileiro. V. III. São Paulo: Humanitas, 2002a. CALLOU, Dinah; AVELAR, Juanito. Sobre ter e haver em construções existenciais: variação e mudança no português do Brasil....
tracking img