Mitos e medos: mulheres e a citologia oncótica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2450 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA

MITOS E MEDOS: MULHERES E A CITOLOGIA ONCÓTICA

Trabalho apresentado à disciplina de Atividades Práticas Supervisionadas do Curso de Enfermagem da Universidade Paulista.
Prof°: Enfermeira Ms. Simone M. Marcon Alves

Campinas – 2012

MITOS E MEDOS: MITOS E MEDOS: MULHERES E A CITOLOGIA ONCÓTICA

Aline Fernanda Ferreira RA 585062-21 Ana Gabriela Rodrigues de GodoyA114JG-41 Amarilda Oliveira Mascarenhas RA A469BE-21 Benedito Adão G. Lima RA A56304-01 Camila S. Araripe RA: A46827-71 Daniela Helena da Fonseca Lima RA A59CF-1 1 Diego Fernando G.B. Cortiella RA A30115-11 Flávia Thays de Faria Lara RAA5156B-21 Philippe Caldeira RA-A6339A-91 Queila Aparecida Gabriel RA-A41511-41 Silvane Ramos Alves T765AA-21 Thais Albuquerque RA-A5636E-11 Simone Mazzuco MarconAlves 2.

Palavras-chave: Enfermagem,

Papanicolau, Mitos, Medos, Citologia Oncótica.

------------------------------------------------------------------------------------------------1 Graduandos em Enfermagem pela Universidade Paulista /UNIP Campinas; 2 Enfermeira Mestre e Professora do curso de enfermagem da Universidade Paulista /UNIP Campinas.

RESUMO O exame de Papanicolau oucitologia oncótica cervical foi criado pelo patologista grego Georgios Nikolaou Papanikolao em 1.943 e, desde então, é o exame mais prático e mais barato para identificação de lesões e do diagnóstico do câncer de colo de útero precocemente. Apesar de ser um exame simples, ser oferecido pelo Sistema Único de Saúde e da sua importância para a prevenção do câncer de colo uterino ser reconhecida por cerca de60% das mulheres, muitas delas não o fazem ou não vão buscar o seu resultado. O objetivo desse trabalho é identificar os mitos e medos no que se refere ao exame de Papanicolau e a prevenção do câncer de colo de útero. Optou-se por desenvolver uma pesquisa bibliográfica realizado na seguintes bases de dados: BVS/Bireme, especificamente nas bases de dados na Scientific Eletronic Library Online(Scielo) no período de 02 de maio de 2.005 a 01 de outubro de 2.011 utilizando como descritores os termos “enfermagem”, “Papanicolau”, “mitos”, “medos” e” câncer de colo de útero”, após a busca e refinamento da pesquisa totalizamos 5 estudos que corresponderam aos nossos critérios de inclusão. De acordo com os artigos observa-se que muitas mulheres não o fazem ou não vão buscar o seu resultado do examede Papanicolau, na grande maioria das vezes por timidez, medo, vergonha, por não conseguir agendar consultas e pela proibição de seus companheiros. Constatada esta realidade e a elevada taxa de mortalidade e de incidência do câncer cérvico-uterino no país, quadro este que poderia ser revertido pela detecção precoce e cura após realização do exame de citologia oncótica conclui-se sobre aimportância da realização e verificação de resultados do exame como forma preventiva e de diagnostico precoce do câncer cérvico-uterino.

INTRODUÇÃO

O exame de Papanicolau ou citologia oncótica cervical foi criado pelo patologista grego Georgios Nikolaou Papanikolao, o qual foi reconhecido através da publicação Diagnosis of Uterine Cancer by the Vaginal Smear (Diagnóstico do Câncer Uterino através doesfregaço vaginal) juntamente a Herbert Traut em 1.943 e, desde então, é o exame mais prático e mais barato para identificação de lesões e do diagnóstico do câncer de colo de útero precocemente. Ele consiste em um esfregaço de células epiteliais do colo uterino para identificação de possíveis lesões. Apesar de ser um exame simples, ser oferecido pelo Sistema Único de Saúde e da sua importânciapara a prevenção do câncer de colo uterino ser reconhecida por cerca de 60% das mulheres, muitas delas não o fazem ou não vão buscar o seu resultado. Na grande maioria das vezes por timidez, medo, vergonha, por não conseguir agendar consultas e pela proibição de seus companheiros. Aparecendo também nos artigos deste estudo que quanto antes a mulher inicia sua vida sexual menor a sua adesão ao...
tracking img