Mintira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (784 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Mas, a verdade é uma metáfora, ou seja, intuições originárias que cada um constrói que pode ir contra as convenções sociais. Verdade e Mentira no Sentido Extramoral “O que é a verdade, portanto? Umbatalhão móvel de metáforas, metonímias,

antropomorfismos, enfim, uma soma de relações humanas, que foram enfatizadas poética e retoricamente, transpostas, enfeitadas, e que, após longo uso, parecema um povo solidas, canônicas e obrigatórias.” Não sabemos ainda todavia de onde provém o instinto de verdade; é necessário ser verídico, quer dizer, empregar metáforas usuais; portanto, nos termos damoral, apenas sabemos da obrigação de mentir segundo uma convenção estabelecida, mentir como rebanho e num estilo obrigatório para todos. Na verdade, o homem esquece que é assim que se passam ascoisas. Ele mente portanto inconscientemente, tal como indicamos, conformando-se a costumes seculares... e é mesmo por intermédio dessa inconsciência, desse esquecimento, que ele chega ao sentimento daverdade. Ao experimentar o sentimento de estar obrigado a designar uma coisa como vermelha, outra como fria, uma terceira como muda, ele é seduzido por um impulso moral que o orienta para a verdade e,em oposição ao mentiroso a que ninguém dá crédito e que todos excluem, o homem é persuadido da dignidade, da confiança e da utilidade da verdade. Outra questão colocada pelo filosofo FriedrichNietzsche é a de se considerar a linguagem a expressão adequada a realidade. Diz que na linguagem surgem as primeiras leis da verdade, que pela primeira vez, é criado o contraste entre a verdade e a mentira.Quem mente, esta usando designações validas, as palavras, para fazer parecer o não-efetivo como efetivo. Se a verdade na forma da tautologia não for suficiente, compram-se eternamente ilusões porverdades. Uma palavra é intrinsecamente a figuração de um estimulo nervoso em sons, mas considerar uma causa externa para o estimulo nervoso da palavra, não condiz com o principio da razão. Mentira e...
tracking img