Micro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (963 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A demanda de energia na Terra vem crescendo de forma acelerada, em função do aumento da população mundial e do consumo per capita, em especial nos países em desenvolvimento. No entanto, o uso dasprincipais fontes de energia disponíveis hoje, em sua maioria de origem fóssil, tem sido limitada por disputas comerciais, que levam a litígios de caráter geopolítico e até a guerras regionais. Agravidade desse fato poderia ser atenuada através do aproveitamento indireto da energia solar para obter combustíveis derivados de vegetais, que podem ser plantados e cultivados praticamente pelo mundointeiro, de forma renovável e não poluidora. É a chamada “energia verde” (CARVALHO, 2006, p.28).
Os biocombustíveis constituem recursos não-tóxicos, biodegradáveis e renováveis, e estão associados avantagens ambientais uma vez que permitem a redução das emissões poluentes, nomeadamente de gases com efeito de estufa, pelo que, no panorama actual, representam uma alternativa energética cada vez maisexplorada. Contudo, a actual geração de biocombustíveis com recurso a culturas alimentares, como canola, milho, soja, açúcar e colza têm conduzido a um aumento do preço dos alimentos e à desflorestaçãoagravada, além de produzirem elevadas emissões de gases com efeito estufa. (ANTUNES, et al. 2010).
A vantagem dos biocombustíveis em relação aos combustíveis fósseis é a diminuição de emissão de CO2,SO, fuligem e hidrocarbonetos. Entre as muitas alternativas de produção de biocombustíveis, o cultivo intensivo de algas e fungos vem recebendo especial atenção devido à possibilidade de se produziraté 200 vezes mais óleo ou açúcar por hectare, sem a necessidade do uso de terras férteis.Tanto as algas como os fungos podem ser colhidos em poucos dias, o que não exige infraestrutura paraarmazenamento. (SUAREZ, et al. 2011).
Enquanto a soja produz de 0,2 a 0,4 toneladas de óleo por hectare, o pinhão-manso produz de 1 a 6 toneladas de óleo por hectare e o dendê, de 3 a 6 toneladas de óleo...
tracking img