Membros inferiores - anatomia radiologica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 41 (10145 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
195- CAPITULO


Membro Inferior

COLABORAÇÕES DE:

Jeannean Hall-Rollins. MRC, BSRT (R) (CV)

CONTEÚDO

Anatomia Radiográfica
Pé - falanges e metatarsos, 196
Articulações e ossos sesamóides, 197
Tarsais, 198
Arcos do pé (plantares), 199
Articulação do tornozelo, 200
Revisão da anatomia pelas radiografias, 201
Perna - tíbia e fíbula, 202
Porção distal do fêmur, 203
Articulaçãodo joelho, 204
Revisão da anatomia com radiografias, 206
Classificação das articulações, 207
Superfícies, incidências e movimentos do pé e tornozelo, 208


AP, 218
Oblíqua, 219
Lateral, 220
AP e perfil (com carga), 221
Calcâneo:
Plantodorsal (axial),222
Lateral, 223

Posicionamento Radiográfico-cont. Tornozelo:
. AP,224
. AP do encaixe (oblíqua a 15°),225
. AP oblíqua (a45°),226
. Lateral, 227
. AP forçada, 228
Perna - tíbia e fíbula:
. AP, 229
. Lateral,230
Joelho:
. AP, 237
. Oblíqua - rotação medial, 232
. Oblíqua - rotação lateral, 233
. Lateral, 234
. AP (com carga), 235
Joelho - fossa intercondiliana:
. Axial PA (métodos de Camp Coventry e de Holmblad), 236 . Axial AP, 237
rateia e articulação patelofemoral:
. PA,238
. Lateral, 239
. Tangencial(método de Merchant), 240
. Tangencial (métodos ínfero-superior, de Hughston e de
Settegast), 24 7
Fêmur - porções média e distal:
. AP, 242
. Lateral, 243
Fêmur - porções média e proximal:
. AP (ver AP do quadril, Capo 7)
. Lateral,244
Radiografias para crítica, 245

Posicionam_nto Radiográfico Considerações sobre posicionamento, 209 Modalidades ou procedimentos alternativos, 21OIndicações patológicas, 217
Informações de pesquisas, 213
Procedimentos padrões e especiais, 2 13 Artelhos:
. AP, 274
. Oblíqua, 2 15
. Lateral, 216
. Sesamóides, 217




























196-MEMBRO INFERIOR

ANATOMIA RADIOGRÁFICA

Membro Inferior
0505505 do membro inferior são divididos em quatro grupos principais:
(1) pé, (2) perna, (3) fêmur e(4) quadril. Este capítulo inclui um estudo
detalhado da anatomia e do posicionamento de três desses grupos: pé,
perna e porções média e distal do fêmur. As articulações do joelho e do
tornozelo também foram incluídas neste estudo.




Os ossos do pé são muito semelhantes aos ossos da mão e do punho,
estudados no Capo 4.
Os 26 ossos de um dos pés são divididos em três grupos:
|Falanges(artelhos/dedos do pé) |14 |
|Metatarsos (região dorsal do pé |5 |
|Ta rsais |7 |
|Total |26 |

Falanges - Artelhos (Dedos)
05 ossos mais distais do pé são as falanges, que formam os artelhos ou
dedos do pé. Os cinco dedos de cada pé são numerados de um a cinco,
começando do lado media I ou do 1.° artelho (grandeartelho). Note que o
grande artelho ou primeiro artelho tem apenas duas falanges, similar ao
do 1.° quirodáctilo (polegar). Essas são a falange proximal e a falange
dista!. Cada um dos segundo, terceiro, quarto e quinto dedos tem uma
falange média, além de uma proximal e uma distal. Tendo em vista que
o primeiro dedo tem duas falanges, e o segundo ao quinto dedos têm três,
existem, portanto, 14falanges em cada pé.
As similaridades com a mão são óbvias, porque existem também 14 falanges
em cada mão. Todavia, existem duas diferenças dignas de nota: as falanges
do pé são menores e seus movimentos são mais limitados que 05 da mão.
Quando se descreve qualquer um dos ossos ou articulações do pé, o dedo e o
pé específico também devem ser identificados. Por exemplo, a falange distal doprimeiro artelho direito (ou a falange distal do primeiro dedo do pé direito) não
deixa dúvida de qual osso foi examinado.
As falanges distais do segundo ao quinto artelhos são muito pequenas, e pode
ser difícil identificar os ossos separadamente na radiografia.


Metatarsos

05 cinco ossos da região dorsal do pé são os metatarsos. Estes são
numerados juntamente com os dedos, começando...
tracking img