Membros inferiores - anatomia radiologica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 41 (10145 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
195- CAPITULO


Membro Inferior

COLABORAÇÕES DE:

Jeannean Hall-Rollins. MRC, BSRT (R) (CV)

CONTEÚDO

Anatomia Radiográfica
Pé - falanges e metatarsos, 196
Articulações e ossos sesamóides, 197
Tarsais, 198
Arcos do pé (plantares), 199
Articulação do tornozelo, 200
Revisão da anatomia pelas radiografias, 201
Perna - tíbia e fíbula, 202
Porção distal do fêmur, 203
Articulaçãodo joelho, 204
Revisão da anatomia com radiografias, 206
Classificação das articulações, 207
Superfícies, incidências e movimentos do pé e tornozelo, 208


AP, 218
Oblíqua, 219
Lateral, 220
AP e perfil (com carga), 221
Calcâneo:
Plantodorsal (axial),222
Lateral, 223

Posicionamento Radiográfico-cont. Tornozelo:
. AP,224
. AP do encaixe (oblíqua a 15°),225
. AP oblíqua (a45°),226
. Lateral, 227
. AP forçada, 228
Perna - tíbia e fíbula:
. AP, 229
. Lateral,230
Joelho:
. AP, 237
. Oblíqua - rotação medial, 232
. Oblíqua - rotação lateral, 233
. Lateral, 234
. AP (com carga), 235
Joelho - fossa intercondiliana:
. Axial PA (métodos de Camp Coventry e de Holmblad), 236 . Axial AP, 237
rateia e articulação patelofemoral:
. PA,238
. Lateral, 239
. Tangencial(método de Merchant), 240
. Tangencial (métodos ínfero-superior, de Hughston e de
Settegast), 24 7
Fêmur - porções média e distal:
. AP, 242
. Lateral, 243
Fêmur - porções média e proximal:
. AP (ver AP do quadril, Capo 7)
. Lateral,244
Radiografias para crítica, 245

Posicionam_nto Radiográfico Considerações sobre posicionamento, 209 Modalidades ou procedimentos alternativos, 21OIndicações patológicas, 217
Informações de pesquisas, 213
Procedimentos padrões e especiais, 2 13 Artelhos:
. AP, 274
. Oblíqua, 2 15
. Lateral, 216
. Sesamóides, 217




























196-MEMBRO INFERIOR

ANATOMIA RADIOGRÁFICA

Membro Inferior
0505505 do membro inferior são divididos em quatro grupos principais:
(1) pé, (2) perna, (3) fêmur e(4) quadril. Este capítulo inclui um estudo
detalhado da anatomia e do posicionamento de três desses grupos: pé,
perna e porções média e distal do fêmur. As articulações do joelho e do
tornozelo também foram incluídas neste estudo.




Os ossos do pé são muito semelhantes aos ossos da mão e do punho,
estudados no Capo 4.
Os 26 ossos de um dos pés são divididos em três grupos:
|Falanges(artelhos/dedos do pé) |14 |
|Metatarsos (região dorsal do pé |5 |
|Ta rsais |7 |
|Total |26 |

Falanges - Artelhos (Dedos)
05 ossos mais distais do pé são as falanges, que formam os artelhos ou
dedos do pé. Os cinco dedos de cada pé são numerados de um a cinco,
começando do lado media I ou do 1.° artelho (grandeartelho). Note que o
grande artelho ou primeiro artelho tem apenas duas falanges, similar ao
do 1.° quirodáctilo (polegar). Essas são a falange proximal e a falange
dista!. Cada um dos segundo, terceiro, quarto e quinto dedos tem uma
falange média, além de uma proximal e uma distal. Tendo em vista que
o primeiro dedo tem duas falanges, e o segundo ao quinto dedos têm três,
existem, portanto, 14falanges em cada pé.
As similaridades com a mão são óbvias, porque existem também 14 falanges
em cada mão. Todavia, existem duas diferenças dignas de nota: as falanges
do pé são menores e seus movimentos são mais limitados que 05 da mão.
Quando se descreve qualquer um dos ossos ou articulações do pé, o dedo e o
pé específico também devem ser identificados. Por exemplo, a falange distal doprimeiro artelho direito (ou a falange distal do primeiro dedo do pé direito) não
deixa dúvida de qual osso foi examinado.
As falanges distais do segundo ao quinto artelhos são muito pequenas, e pode
ser difícil identificar os ossos separadamente na radiografia.


Metatarsos

05 cinco ossos da região dorsal do pé são os metatarsos. Estes são
numerados juntamente com os dedos, começando...