Mediunidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (477 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MEDIUNIDADE NOSSA DE TODOS OS DIAS

 
O fenômeno é dos mais antigos. Recuando no tempo, encontramos registros em um dos livros primeiros da Humanidade, a Bíblia. No versículo segundo, do capítuloprimeiro do livro de Gênesis, se lê: As trevas cobriam a face do abismo e o Espírito de Deus movia-Se sobre as águas.
O homem pressentia a presença do Criador. O que quer dizer, o homem registra,desde sempre, o Mundo além da esfera física. O Mundo dos seres espirituais.
Paulo de Tarso, dando-se conta dessa percepção especial do ser humano a denominou dom. E a respeito se estendeu em suaEpístola aos Coríntios, descrevendo as suas variedades. Enquanto na Terra, o Homem de Nazaré deu provas múltiplas da interrelação entre ambos os Mundos, físico e o espiritual. Falou aos Espíritosatormentados e que se chamavam Legião, na cidade de Gadara; aos que agrediam o jovem que Lhe é trazido para ser curado. Senhor dos Espíritos - assim O denominaram por descobrirem que os Espíritos Lhe obedeciam.Seria somente no século XIX, no entanto, que este dom seria amplamente estudado e decodificado, pelo sábio Allan Kardec. E ele lhe deu nome específico: mediunidade.
A capacidade de ser intermediárioentre um mundo e outro, entre uma e outra dimensão. Médium, ou intermediário. Ainda hoje bastante incompreendida, é a mediunidade, contudo, uma faculdade inerente ao ser humano. Dela quase todos oshomens têm resquícios. Alguns mais, outros menos.
Mas, quem já não teve a impressão de ter alguém, incorpóreo, ao seu lado, velando por si, em horas dolorosas?
Quem já não se referiu à interferênciade seres angélicos em momentos de grande dificuldade?
Quem não entregou o filho que parte para terras distantes aos cuidados de um ser que chama anjo de guarda, anjo guardião, protetor, orientador?Quem já não ouviu o sussurrar de vozes imperceptíveis, no interior de si mesmo?
Dificilmente se encontrará alguém que disso tudo não tenha um mínimo registro, senão por si mesmo, por alguém de sua...