Mecanica dos solos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1667 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A



Laboratório 2



- Limite de Liquidez;

- Limite de Plasticidade;

- Permeâmetro de Carga Constante;

- Permeâmetro de Carga Variável;





Nomes: RA:

Anderson Florêncio Martens 20298209
Daniel Pereira Silva 20290403
Diego Coelho da Silva 20307733
Giuseppe Santangelo 20294004
Jarbas Sampaio 20307061
LeandroMacedo de Mesquita 20304819
Rômulo de Freitas Alves 20307341





Profº Rogério C. R. Nogueira


Limite de Liquidez (LL)




Objetivo: Determinar o teor de umidade que está entre os limites dos estados líquidos e plásticos do solo.


Norma Técnica: NBR –30 NBR 6459


Equipamentos: Aparelho de Casagrande
Cinzel chato ou curvo padronizadoEspátula alumínio
Recipiente de porcelana
Bisnaga de borracha
Balança
Peneira n° 40
Pinça tipo tesoura
Cápsula pequena de alumínio
Estufa convencionalProcedimento:


• Secar ao ar livre cerca de 1,5 Kg de solo.


• Abandonar a fração retida na peneira n° 10 (2,0 mm ), que corresponde a areia grossa e pedregulho.


• Destorroar o restante, utilizando o almofariz e a mão de gral, numa determinada quantidade que, após passar na peneira n° 40 (0,42 mm), resulte numa massa de cerca de 200g. Ou seja, a parte da amostra de solo efetivamenteutilizada no ensaio corresponde às frações argila, silte e areia fina.


• Separar então cerca de 150g para o ensaio (o restante, 50g, será utilizado na determinação do limite de plasticidade).


• Para a determinação do limite de liquidez, tem-se a seguinte seqüência:


• Colocar a 150g da amostra na cápsula de porcelana.


• Adicionar pequena quantidade de água vagarosamente, com a bisnaga deborracha, procurando-se homogeneíza pasta com a espátula.






• Transferir uma porção dessa pasta para a concha do aparelho de Casagrande, utilizando-se a espátula.


• Arrasar a superfície da pasta dentro da concha, de forma que na parte central sua espessura seja de aproximadamente 1 cm.


• Dividir a pasta ao meio, com cinzel apropriado e padronizado (chato para solos muito plástico e curvopara solos pouco plásticos), de forma que seja aberto um sulco trapezoidal (2,0 mm na parte inferior) e normal à articulação da concha.


• Golpear a concha contra a base do aparelho (normalmente de ebonite), girando a manivela na freqüência de 2 volta por minuto.


• Cessar o movimento da manivela quando as bordas inferiores do sulco se unirem em cerca de 1 cm de comprimento.


• Anotar onúmero de golpes ( N ) ocorridos.


• Retirar uma porção do solo (pasta) em local próximo à união do sulco, para secagem em estufa e posterior determinação do teor de umidade (W).


• Repor o restante da pasta da concha na cápsula de porcelana e limpar cuidadosamente a concha do aparelho de Casagrande.


• Adicionar um pouco mais de água na pasta contida na cápsula, homogeneizando-a com espátula.• Repetir todo o procedimento descrito por mais 4 vezes, de modo que sejam obtidos 5 pares de valores (W,N). De vê-se observar que o número de golpes obtidos deve estar entre 50 (1° par) e 15 (5° par).






























[pic]
[pic]






|Limite de Liquidez ||Número de Golpes |41 |26 |19 |11 |
|Recipiente número |P-2 |P-4 |P-6 |P-8 |
|Peso Bruto Úmido (g) |14,97 |16,42 |15,47 |16,12 |...
tracking img