Martinho lutero

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2498 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
LUTERO EM MOVIMENTO

RESUMO
A influência de Martinho Lutero estende-se da esfera religiosa à educacional, permeando os vários segmentos da sociedade na Alemanha do século XVI, foco incandescente da revolta contra o absolutismo eclesiástico. Ao refletir sobre parte da obra de Lutero aqui apresentada pretende-se fazer um recorte a partir do seu primeiro movimento em defesa da Educação em linhasgerais como direito de todos. Para tanto, estabeleceu-se um critério rígido para com a seleção de fontes de consulta, haja vista a bibliografia disponível versar quase na sua totalidade de obras com teor confessional-apologético. Alguns autores foram repetidamente citados, sendo estes os que mui cuidadosamente capturaram os primeiros ímpetos de Lutero e os imprimiram nas páginas da História daEducação legitimando a obra desse monge agostiniano que veio a tornar-se um dos expoentes da Reforma Protestante e pai do Luteranismo.
Palavras-Chave: Lutero, Educação, Reforma Protestante

1 INTRODUÇÃO
No presente enfoque, a vida e obra de Martinho Lutero da perspectiva de um recorte histórico que retrata o movimento de Reforma Protestante ainda em seu nascedouro e a influência desse movimentona História da Educação. O movimento que posteriormente passou a ser denominado de Luteranismo, em honra ao seu precursor, trouxe consigo todo o arcabouço de um modelo educacional cujos reflexos alcançam a atualidade. Não obstante o movimento ter surgido na Alemanha da geração de Lutero, veio potencializar mudanças significativas em toda a Europa. Com o objetivo de apresentar esse momento históricoda vida e obra de Lutero, tomou-se como base o conteúdo midiatizado disponibilizado gratuitamente via Web. Adotou-se um método a partir do qual se filtrou o conteúdo de material publicado em páginas de mídia eletrônica, reduzindo-se a informação ao ponto de atingir o foco do trabalho. O resultado revela o escopo da surpreendente saga de um líder - e educador nato - comprometido com sua vocaçãoreligiosa e ao mesmo tempo, com os apelos da sociedade alemã no período do pós-renascimento e início da Idade Moderna.

2 COMO NASCEU O LÍDER
Nasceu das Letras, das Humanidades, do Conhecimento, da experiência mística com a revelação bíblica. Assim, quem houvesse escutado Lutero, revelando-se pelo próprio discurso, à primeira análise, o saberia duramente combatente da obra de Aristóteles. Mas,na verdade, o que ele fez, foi refutar veementemente os reflexos da filosofia aristotélica na base da Teologia escolástica.
Segundo Timothy George (1993 apud Barbosa 2006), no entendimento de Lutero, o esforço dos escolásticos em ajustar a revelação bíblica aos sofismas pagãos era um convite à confusão e à manutenção da ignorância espiritual. Porém, não obstante ao processo antagônico ao discursode São Tomás de Aquino, Lutero, manteve-se alinhado à escolástica. Tendo ele mesmo sido instruído na filosofia aristotélica, tornou-se autoridade no assunto e foi nomeado docente a partir de 1508, na corte de Frederico III, também conhecido como Frederico, o Sábio. Lecionou Filosofia até obter o grau de doutor em Teologia.
Como demonstra ser o entendimento de Lutero, o sistema medieval deensino não só privilegiava a filosofia de Aristóteles em detrimento ao ensino das Sagradas Escrituras como também afastava a Palavra de Deus do homem comum. Ora, sendo o texto bíblico em latim, língua que os clérigos deveriam dominar com maestria, ainda que lido na missa, num contexto saturado de liturgia, o conteúdo não produzia a menor interação com o ouvinte leigo e sem-estudo.
Em registros daépoca, uma crítica flagrante de Lutero a respeito do sistema de ensino no qual estava inserido vem demonstrar a sua insatisfação enquanto catedrático:
Não foi uma tristeza lamentável que até agora um menino tivesse que estudar vinte anos ou mais somente para aprender um mau latim, suficiente apenas para tornar-se padre e ler a missa? [...] Que era de se esperar a não ser alunos e mestres tolos...
tracking img