marilia de dirceu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1505 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A DICOTOMIA ENTRE E O EU LÍRICO E O EU EMPÍRICO NA OBRA LÍRICA MARÍLIA DE DIRCEU DE TOMÁS ANTONIO GONZAGA



RESUMO

A obra lírica amorosa Marília de Dirceu, do consagrado autor Tomás Antonio Gonzaga, discorre em toda a sua temática além de situações vivenciadas por seu próprio criador uma sequência admiravelmente lógica de fatos e situações em todo o seu conteúdo, situações, que por suavez, estão todas inseridas ao seu contexto histórico e literário, munidos de fatores que se comprometiam e ainda se comprometem com o fazer histórico, literário e até mesmo social que vem atravessando de geração em geração.

Palavras-chave: Lírica amorosa. Tomás de Antonio Gonzaga. Contexto. Marília de Dirceu. 

INTRODUÇÃO

O presente artigo trás uma discussão acerca da obra lírica amorosaMarília de Dirceu de Tomás Antonio Gonzaga, juntamente com sua contextualização histórica e seu translado de época a época. Entendendo-se que não diferente das outras obras a que está em questão sofreu significativas diversidades de opiniões. 
Posto isso, tal literatura destaca o amor de um homem em contraste com uma forma de vida por ele idealizada, o que evidencia o status social elevado de umasociedade totalmente patriarcal, o que caracterizava a cultura vivida por este homem, desde sua ascendência 
Para tanto, realizou-se uma pesquisa laboral para melhor enriquecer o tema do referido artigo e foi estudada uma seqüência lógica obras relacionadas ao assunto para melhor embasar o conteúdo proposto, diante das limitações encontradas, por ser um assunto comprovadamente de difícilexplanação, em virtude de trazer consigo uma série de discussões acerca das reais intenções do autor

1. O CONTEXTO HISTÓRICO DA OBRA MARÍLIA DE DIRCEU

O arcadismo, Setenticismo ou Neoclassicismo foi um período que caracterizou significativamente a segunda metade do século XVIII, tingindo as artes de uma nova tonalidade burguesa. O problema ascensão burguesa supera a questão religiosa deixada pelobarroco, o que abre caminho para as produções árcades, que por sua vez, procuram à pureza e a simplicidade das formas. 
Assim sendo, a burguesia atinge a hegemonia política em contraste com o espírito nitidamente reformista do arcadismo. Haja vista, a obra Marília de Dirceu, de tomas Antonio Gonzaga, como a lírica amorosa mais popular da literatura de língua portuguesa, apresenta características doromantismo, porém de predominantes características árcades, não tendo seu estilo definido pela persistência dos elementos poéticos tradicionais, deixando claro que faz parte de um grupo literário com autor autoria de um escritor que integrava grupos burgueses e elitizados, as arcadias, destinados a estudos de cultura clássica, a fim de expressar princípios como a simplicidade, na forma de umpseudônimo o que também era característica de sua época.

2. RELAÇÕES PRESENTES NA LÍRICA AMOROSA MARÍLIA DE DIRCEU

A lírica amorosa Marília de Dirceu ocorre em torno de aspectos seqüenciais, todos contextualizados como o momento histórico vivido por seu autor; entretanto, o assunto que motivou a realização desse ensaio é o ideal de vida burguês demonstrado na obra, partindo do entendimento querelacionado a Dirceu esta tomas Antonio Gonzaga, funcionário publico, advogado, quarentão, amante de uma adolescente de 17 anos, inseguro, ansioso pela estabilidade de uma família e de um lar burguês, posto que esse tema vem notório e contraditoriamente ligado a descrição feita pelo poeta de fatos pessoais na obra, o que vai ser um fator impar para a composição de sua individualidade poética, frisandoque as contradições analisadas penteiam liras consideradas racionarias, uma vez que tentavam ofuscar o progresso que o próprio arcadismo gerava.
As liras de Gonzaga podem ser tidas como uma tentativa de resposta a varias inquietações do autor, o que expressam com tensões a sua complexidade interior, podendo ser expresso ainda, no paradoxo entre romantismo e arcadismo, uma vez que na obra ora...
tracking img