Manifesto Comunista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1779 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFÍCIA UNIVERCIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS
Graduação Direito





MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA






Belo Horizonte
2014
Questão 1
Escravos trabalhando para escravos.
Questão 2
Para Marx, a riqueza na sociedade capitalista apresenta-se como uma “imensa coleção de mercadorias”, a mercadoria é, portanto, forma elementar da sociedade burguesamoderna. Por isso a investigação de Marx, em O’ Capital começa pela mercadoria, ela é um objeto externo. A demais, pelas suas propriedades satisfaz necessidades humanas de qualquer espécie. MARX DIVIDIU EM DOIS FATORES A MERCADORIA ,VALOR DE USO E VALOR. Importante compreender que o valor de uso é o conteúdo material da riqueza, qualquer que seja a formação social em que se viva. Desde que o homempassou a transformar a natureza, a partir da sua ação consciente, se produz valores de uso.  A sociedade mais primitiva, na medida em que os seus habitantes trabalhavam, produzia valores de uso, tais como: machados, flechas etc. Uma coisa, portanto, pode ser útil e produto do trabalho humano, sem ser mercadoria, a exemplo do trigo produzido pelos camponeses na Idade Média que era entregue comotributo para o senhor feudal. A Forma Relativa de Valor e a Forma Equivalente pertencem uma à outra, se determinam reciprocamente, são momentos inseparáveis, porém, ao mesmo tempo são extremos que se excluem mutuamente ou se opõem, ou seja, são pólos da mesma expressão de valor. Vale observar que no itinerário que Marx está percorrendo ele está preparando o caminho para demonstrar a forma-dinheiro, ouseja, a forma equivalente geral que se transforma em dinheiro. Por fim, Marx conclui o primeiro capítulo d’ O Capital, afirmando que sob a égide da formação social capitalista, o processo de produção domina os homens. O ato-histórico de libertação das amarras que os prende é, portanto, tarefa imprescindível para a construção de uma sociabilidade para além do capital.
Questão 3
Sim. O filme “Daescravidão moderna” diz que: “... ao contrário dos escravos da antiguidade, aos servos da Idade Média e aos operários das primeiras revoluções industriais estamos hoje frente a uma classe totalmente escrava que, no entanto, não se dá conta disso, oumelhor ainda, que não quer enxergar. Eles não conhecem a rebelião que deveria ser a única reação legítima dos explorados, aceitam sem discutir a vidalamentável que foi planificada para eles, a renúncia e a resignação são a fonte de sua desgraça ... “ e para Karl Marx “o servo, emplena servidão, conseguia tornar-se membro da comuna, da mesma forma que o pequeno-burguês, sob o julgo do absolutismo feudal, elevava-se a categoria de burguês. O operário moderno, pelo contrário, longe de se elevar com o progresso da indústria, desce cada vez maisbaixo das condiçõesde sua própria classe. O operário cai no mendicamento, e esta cresce mais rapidamente que a população e a riqueza.”
Questão 4
Alienação:
Marx chama de alienação do trabalho é o fato de o trabalhador não se enchergar na mercadoria que ele mesmo produziu, ou seja, o trabalhador é separado do produto final de seu trabalho. O que mantém esse processo de alienação é primeiramente ofato de o capitalista possuir os meios de produção, á propriedade privada dos meios de produção, uns possuem e outros não .E segundo por que, como o trabalhador não possui seus próprios meios de produção, ele precisa vender a única propriedade que lhe pertence, a força de trabalho, para assim poder sustentar a família.Dessa forma o trabalhador depende do capitalista para sobreviver, ele precisa queo capitalista compre a sua força de trabalho. 
No sistema capitalista, o trabalhador que produz a mercadoria não usufrui dela, quem faz isso é o capitalista, que se apropria da produção social.
Mais Valia:
A mais valia é retratada no Manifesto Partido Comunista, quando o autor cita as evoluções das máquinas. Cresce o emprego dasmáquinas e a divisão do trabalho, o tralho do operário perde seu...
tracking img