Luciola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3350 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Enredo
Paulo, em sua primeira noite no Rio de Janeiro, na companhia de seu amigo, avista de dentro de um carro, uma belíssima moça na Rua das Mangabeiras.
Dias depois, junto de Dr. Sá seu companheiro e amigo de infância, na festa da Glória, Paulo reencontra a mesma mulher, sem se lembrar de onde a conhecia. Após comentar da beleza e elegância da jovem, descobre que se trata da meretriz maisbela e disputada da cidade: Lúcia.
Quase um mês se passou e Paulo, que só pensava em Lúcia, vai à sua procura no intuito de possuí-la. Entretanto, quando chega à casa da moça, começa a conversar com ela e percebe sua ingenuidade. Ao sair da casa, tinha vergonha de si mesmo, pois achava que deveria ter usufruído mais de sua noite e de sua acompanhante.
No dia seguinte, Paulo retorna a casa da moça,faz com que ela se entregue e consegue possuí-la rapidamente, fazendo Lúcia derramar duas lágrimas. Paulo percebe algo diferente e ao tentar pagar por seus serviços, Lúcia recusa seu dinheiro. Num jantar na chácara de Sá, Lúcia, nua imita as poses de quadros pendurados nas paredes da sala, e desvenda-se a mulher e a contradição entre alma casta e o corpo demoníaco. Em lágrimas, ela se explicou aoPaulo no jardim da casa. E os dois se amaram as luzes da lua até de madrugada.
Passados alguns dias, os dois começam a morar junto na casa de Lúcia que já o ama e se entrega totalmente. Paulo ainda sente mais desejo do que amor. Há desentendimento entra ambos pelo egoísmo e incompreensão de Paulo.
A sociedade já comentava que Lúcia sustentava o homem e que ele a proibia de freqüentar os lugaresa onde costumava ir. Paulo se aborrece com as más línguas da cidade, e Lúcia volta a freqüentar os lugares e a acompanhar os homens, porém não se entrega a eles. Lúcia começa a ficar doente, e fria e também a recusar a ir para a cama com Paulo que promete respeitá-la mesmo não compreendendo. Nessa parte fica claro que a moça o amava em espírito.
Lúcia então, revela seu passado a Paulo. Conta queera uma menina feliz de quatorze anos que morava com os pais. Um dia sobreveio a terrível febre amarela e seus pais, os três irmãos e sua tia caíram de cama. A pequena menina sozinha e desesperada procura ajuda a um vizinho rico, o senhor Couto, que em troca de sua inocência, deu-lhe dinheiro para o tratamento dos pais. A família então resiste à doença. Entretanto, seu pai descobrindo da origem dodinheiro à expulsa de casa. Sozinha Lúcia que na verdade se chama Maria da Glória, encontra Jesuína, uma mulher que a conduz a prostituição. E aí então passa a morar com a verdadeira Lúcia. As duas se tornam amigas e depois de pouco tempo Lúcia morre e Maria da Glória assume a identidade de Lúcia, se passando por morta. Depois da morte dos pais, Lúcia destinava o dinheiro que ganhava à sua irmãAna, que era mantida num Colégio Interno. Paulo sabendo de toda a verdade compreende Lúcia e passa a sentir por ela uma grande ternura e um amor sincero.
Lúcia muda-se para uma casa modesta com sua irmã Ana. Pressentindo a morte pede que Paulo se case com Ana, pois era uma maneira de perpetuar o amor entre Lúcia e Paulo, já que Lúcia se julga indigna do amor conjugal. Paulo rejeita a proposta deLúcia e promete cuidar de Ana como se fosse sua própria filha.
Lúcia estava grávida de Paulo e o feto acaba morrendo. A moça se recusa a expelir o feto. Então morre docemente nos braços de seu amado.
Introdução
- Foi publicado em 1862;
- A crítica brasileira distingue em Lucíola um dos melhores romances do nosso Romantismo;
- Alencar sofreu ataques de ordem literária e lingüística por causa daobra porque retratava o câncer social da prostituição problema que os homens do século XIX conheciam, mas preferiam ignorar. Alencar também foi criticado por não utilizar o Português clássico;
- Em Lucíola encontram-se alguma das melhores características do romance brasileiro do século XIX que marcaram definitivamente a presença do urbano no Romantismo do Brasil.
Analise da Obra
- Machucada...
tracking img