Livro o corpo fala

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3591 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1

Passo a Passo
O MOVIMENTO DAS PRINCIPAIS TEORIAS
ADMINISTRATIVAS SEGUNDO A VISÃO
SOCIOLOGICA
FASE PRÉ-INDUSTRIAL – A ÊNFASE NA
AUTONOMIA
ADMINISTRAÇÃO CIENTIFICA – A ÊNFASE NAS TAREFAS
RELAÇÕES HUMANAS – A ÊNFASE NAS PESSOAS
BUROCRACIA – A ÊNFASE NA ESTRUTURA
Aquecendo
As discussões que vamos trazer têm como objetivo apresentar de que forma o movimento das
principais teoriasadministrativas influenciaram nas mudanças ocorridas no tratamento dado
aos indivíduos nas organizações.

O MOVIMENTO DAS PRINCIPAIS TEORIAS ADMINISTRATIVAS SEGUNDO A
VISÃO SOCIOLOGICA

O momento histórico atual caracteriza-se por um período de aceleradas transformações em
todas as esferas do convívio humano, evidenciadas com os movimentos políticos,
econômicos, sociais e culturais, o processode globalização, as preocupações ambientais, o
despertar de uma nova visão do ser humano, as atenções voltadas à qualidade de vida. No
âmbito das organizações, as mudanças se originam de um questionamento da própria natureza
das relações de trabalho, a partir de uma análise da validade das teorias administrativas para
as novas necessidades emergentes dessas relações.
Os pressupostos quesustentaram essas teorias são, hoje,
considerados sob uma nova concepção do que é SER
humano, sua subjetividade, suas capacidades, necessidades
de auto-realização, interesses, potencialidades, consciência
crítica. O questionamento sistemático desses pressupostos
aponta para o surgimento de novos paradigmas.

2

Desta forma, as teorias administrativas, ao serem
contextualizadas

naparâmetro

sua

importantes

para

realidade

formulação,

referenciais

transformações

tomada

para

emergentes.

a

como

representam
análise

Segundo

das

Drucker

(1981:288), "devemos preservar as percepções
básicas da burocracia, da mesma forma como preservamos as da administração científica e
das relações humanas. Mas precisamos ir além da sua aplicaçãotradicional; precisamos
descobrir em que aspectos ela é, ou tem sido, cega. E o advento da nova tecnologia torna esta
tarefa ainda mais urgente."

Fase Pré-Industrial - a ênfase na autonomia

Historicamente, o processo de industrialização é um fenômeno
relativamente recente, que teve início, formalmente, com a Revolução
Industrial. Antes disso, na era pré-industrial, as formas de
organizaçãobásicas eram a família, a tribo, a Igreja, o Exército e o Estado. Não obstante o
fato de constituírem formas ainda primitivas de organização, já existia a necessidade de
métodos de gerenciamento dos recursos e relações envolvidos na sua operacionalização.
Normalmente, esse gerenciamento era delegado ao chefe de cada organização, em função do
poder que este exercia sobre os demais, comumentebaseado na tradição.
O primeiro método de organização pré-industrial foi o sistema doméstico de produção, onde o
comerciante fornecia as matérias-primas aos trabalhadores individuais ou às famílias que,
fazendo uso de suas próprias ferramentas, as transformava em produtos com valor de mercado
e os devolvia ao comerciante, mediante determinada quantia em pagamento. Uma
característica fundamentaldessa forma de produção é
que os artífices e artesãos eram responsáveis por todas
as fases de elaboração de um produto, o que permitialhes ter uma visão total do processo produtivo e a
consciência da real importância do seu trabalho.
As principais falhas desse sistema consistiam na
simplicidade das ferramentas e tecnologias de produção
- onde os esforços para o seu aperfeiçoamento eram

3 restritos - e na ineficiência da pequena escala de
produção

e

da

incipiente divisão do
trabalho.
Por volta do início do
século

XVIII,

o

crescimento acelerado do mercado consumidor e a ampliação
do volume de negócios demostraram que o sistema doméstico era ineficiente para suprir as
novas necessidades de produção e conduziram ao desenvolvimento das fábricas.
Nesse...
tracking img