Livro nosso lar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 228 (56758 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
NOSSO LAR


FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER


DITADO PELO ESPÍRITO ANDRÉ LUIZ










































Série André Luiz

1 - Nosso Lar

2 - Os Mensageiros

3 - Missionários da Luz

4 - Obreiros da Vida Eterna

5 - No Mundo Maior6 - Agenda Cristã

7 - Libertação

8 - Entre a Terra e o Céu

9 - Nos Domínios da Mediunidade

10 - Ação e Reação

11 - Evolução em Dois Mundos

12 - Mecanismos da Mediunidade

13 - Conduta Espírita

14 - Sexo e Destino

15 - Desobsessão

16 - E a Vida Continua...17 - Nosso Lar







ÍNDICE

Novo Amigo - 09

Mensagem de André Luiz - 13

Nas zonas inferiores - 17

Clarêncio - 21

A oração coletiva - 26

O médico espiritual - 31

Recebendo assistência - 36

Precioso aviso - 40

Explicações de Lísias - 45Organização de serviço - 50

Problema de alimentação - 54

No bosque das águas - 59

Notícias do plano - 64

O Umbral - 69

No gabinete do ministro - 74

Elucidações de Clarêncio - 80

A visita materna - 85

Confidências - 90

Em casa de Lísias - 95

Amor, alimentodas almas - 100

A jovem desencarnada - 105

Noções de lar - 110

Nosso Lar

Continuando a palestra - 115

O bônus-hora - 120

Saber ouvir - 126

O impressionante apelo - 131

Generoso alvitre - 136

Nossas perspectivas - 141

O trabalho, enfim - 146

Emserviço - 152

A visão de Francisco - 157

Herança e eutanásia - 162

Vampiro - 168

Notícias de Veneranda - 175

Curiosas observações - 180

Com os recém-chegados do Umbral - 185

Encontro singular - 190

O sonho - 195

A preleção da ministra - 200

O caso Tobias - 207Ouvindo a senhora Laura - 214

Quem semeia colherá - 219

Convocados à luta - 225

A palavra do Governador - 231

Em conversação - 237

As trevas - 242

No campo da música - 247

Sacrifício de mulher - 253

A volta de Laura - 259

Culto familiar - 264Regressando à casa - 270

Cidadão de “Nosso Lar - 276


NOVO AMIGO

Os prefácios, em geral, apresentam autores, exaltando-lhes o mérito e comentando-lhes a personalidade.

Aqui, porém, a situação é diferente.

Embalde os companheiros encarnados procurariam o médico André Luiz nos catálogos da convenção.

Por vezes, oanonimato é filho do legítimo entendimento e do verdadeiro amor. Para redimirmos o passado escabroso, modificam-se tabelas da nomenclatura usual na reencarnação.

Funciona o esquecimento temporário como bênção da Divina Misericórdia.

André precisou, igualmente, cerrar a cortina sobre si mesmo.

É por isso que não podemos apresentar o médico terrestre e autorhumano, mas sim o novo amigo e irmão na eternidade.

Por trazer valiosas impressões aos companheiros do mundo, necessitou despojar-se de todas as convenções, inclusive a do próprio nome, para não ferir corações amados, envolvidos ainda nos velhos mantos da ilusão. Os que colhem as espigas maduras, não devem ofender os que plantam a distância, nem perturbar a lavoura verde, ainda em...
tracking img