Livro galera em movimento - psicologia comunitária

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1436 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade Estácio do Recife
Aluno: Gabriel Mendes Formação em Psicologia
Disciplina: Psicologia Comunitária Data: 12/06/2012





DIÁLOGO ENTRE O LIVRO “GALERA EM MOVIMENTO” E A FORMAÇÃO E INTERVENÇÃO EM PSICOLOGIA COMUNITÁRIA



Galera em Movimento é uma pequena amostra do que os jovens deste país podem e estão fazendo. Nas histórias do livro foram contempladas diferentesrealidades socioeconômicas, locais e culturais, a fim de construir uma ampla identificação.

A obra narra a história de 11 crianças e adolescentes e conta, na voz dos próprios personagens, suas experiências como protagonistas em movimentos sociais inseridos na realidade em que vivem trabalhando com os mais variados temas. Os jovens retratados no livro, apesar de serem diferentes no vestir, nofalar, no andar, são semelhantes no pensar, no refletir e no agir.

O livro trata como devemos lidar com as desigualdades sociais em seus mais íntimos aspectos. O sofrimento é a dor mediada pelas injustiças sociais, e a vergonha e a culpa nada mais são do que sentimentos morais generativos e ideologizantes com a função de manter a ordem social excludente.

O sofrimento ético-político abrange asmúltiplas afecções do corpo e da alma que mutilam a vida de diferentes formas. Captar e disseminar a expressão dos jovens, concretizando suas potencialidades e permitindo que eles contribuam para a problematização de seu cotidiano e a valorização de formas de expressão tipicamente juvenis, tais como o rap e o grafite, colabora para que, tanto os eles quanto o resto da sociedade, reconheçam essesatores como capazes de contribuir e construir soluções pacíficas para os conflitos sociais que causam este sofrimento.

Percebe-se que os jovens estão articulados politicamente e não estão alheios aos interesses sociais, psicológicos, econômicos e educacionais sobre assuntos voltados para seus interesses. Semelhantemente, a psicologia social e comunitária, que como disciplina modificadora do espaçoe da subjetividade, inclina-se para os acontecimentos de mudança no cotidiano das pessoas como disciplinas e como ciência da sociedade e da comunidade.

A afetividade em especial pelo sofrimento ético-político, que expressa a condição de exclusão, conciliam idéias e paixões de sentido inesgotáveis. Convém saber muito sobre o que é pouco prático em termos de inclusão, o que gera interrogaçõespoderosas por parte dos jovens, e que poderíamos dizer, são contra-hegemônicas, pois contestam a realidade em que vivemos, e fazem avançar o conhecimento, na prática de um novo saber ontológico, de caráter social.

Experiências que priorizam a participação dos jovens como protagonistas do seu processo de desenvolvimento vêem demonstrando ser alternativas eficientes para superar a vulnerabilidadedesses atores, tirando-os do ambiente de incerteza e insegurança. A atuação destes jovens é voltada para os movimentos populares e ações sociais de interesse para psicologia.

É preciso também estabelecer a clara necessidade de interação entre o que deve e pode ser desempenhado pelo Estado, pelo mercado e pela sociedade para a superação da vulnerabilidade social, incorporando o sentido daresistência à opressão e da luta pela cidadania plena. Ao enxergar apenas olhando ao seu redor ou para dentro de si mesmo, ao longo das páginas, é possível surpreender-se com a maturidade da consciência e sensibilidade desses adolescentes e o quão longe eles podem ir. É como se hoje, houvesse no ar uma energia que vem da indignação ética, do novo olhar ecológico, da criatividade para a reinvenção do mundodo trabalho, do empenho moral presente nas organizações da sociedade civil e das ações solidarias que ocorrem em determinadas igrejas e tradições religiosas. Vislumbra-se um novo e possível caminho para a construção do espaço publico. E nele, destaca-se a juventude.

O jovem de ontem não é o mesmo de hoje! De modo análogo, a psicologia social comunitária é uma disciplina recente. Surgida...
tracking img