Livro etica - adolfo s vazquez - 2004 - resumo completo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 53 (13027 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FERNANDO COSTA FURLANI [Turma: 2º T]

RESUMO DO LIVRO “ÉTICA” de Adolfo Sánchez Vázquez

Trabalho de Graduação apresentado à Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, como

exigência parcial para satisfazer os requisitos da Disciplina ‘Ética e

Cidadania Aplicada ao Direito II’

Professor: Marcos Peixoto Mello Gonçalves

São Paulo 2004

SUMÁRIO

CAPÍTULO I -OBJETO DA ÉTICA ............................................................... 4 CAPÍTULO II - MORAL E HISTÓRIA .......................................................... 7 CAPÍTULO III - A ESSÊNCIA DA MORAL................................................ 12 CAPÍTULO IV - A MORAL E OUTRAS FORMAS DE COMPORTAMENTO HUMANO .................................................... 15 CAPÍTULO V -RESPONSABILIDADE MORAL, DETERMINISMO E LIBERDADE ................................................. 17 CAPÍTULO VI - OS VALORES ..................................................................... 20 CAPÍTULO VII - A AVALIAÇÃO MORAL ................................................ 23 CAPÍTULO VIII - A OBRIGATORIEDADE MORAL............................... 27 CAPÍTULO IX - A REALIZAÇÃO DAMORAL......................................... 31 CAPÍTULO X - FORMA E JUSTIFICAÇÃO DOS JUÍZOS MORAIS .............................................................................................. 35 CAPÍTULO XI - DOUTRINAS ÉTICAS FUNDAMENTAIS ..................... 43 REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA ................................................................ 52

4 CAPÍTULO I - OBJETO DA ÉTICA

1. Problemas Morais eProblemas Éticos Nas situações efetivas e reais que ocorrem no dia-a-dia de todos os indivíduos, surgem problemas quando as decisões e ações deles são objeto de julgamento pelos demais membros do grupo social. Tais problemas não afetam apenas um indivíduo, mas também outras pessoas, e pode até mesmo afetar a comunidade como um todo. Em tais situações, as pessoas pautam seu comportamento pornormas que julgam mais adequadas cumprir, e é quando se pode dizer que o homem age moralmente, ou seja, é o resultado de uma decisão refletida – e não espontânea. Destarte, de um lado temos os atos das pessoas, e do outro temos o juízo dos demais indivíduos sobre tais atos; ambos se pautam por certas normas de conduta. Desse plano prático-moral se passa à reflexão sobre os comportamentos práticos,surgindo então a teoria moral – ou a passagem da moral vivida para a moral reflexa. Tal passagem, que coincide com o início do pensamento filosófico, marca a entrada na análise dos problemas éticos. Os problemas prático-morais cuidam das situações concretas, enquanto os problemas éticos são de natureza genérica, de caráter teórico, de quem investiga a moral. O problema da essência do ato moral remetea outro problema crucial: o da responsabilidade; responsabilidade por ter tomado uma decisão de agir num sentido e não em outro. A liberdade da vontade de escolher sempre gera uma responsabilidade, que pode ser um fator limitador para a total “liberdade” de escolha entre dois comportamentos. A teoria da moral não se pode distanciar das questões prático-morais, posto que são sua própria razão deser.

5 2. O Campo da Ética A ética, por ser disciplina teórica que estuda a moral, deve se limitar a explicar, esclarecer ou investigar uma determinada realidade, pois seu valor como teoria está naquilo que explica, e não no fato de prescrever ou recomendar com vistas à ação em situações concretas. Quando se ocupa de analisar a prática moral de uma sociedade de determinada época, a ética devemeramente esclarecer o fato de os membros daquele grupo social terem recorrido a práticas morais diferentes e até opostas. Por ser ciência que estuda a moral, a ética nem se identifica com princípios de moral em particular, nem fica indiferente a eles. A ética deve fornecer a compreensão racional de um aspecto real e efetivo do comportamento dos homens, pautados em fatos de valor.

3. Definição...
tracking img