Literatura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1051 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
introducao

A chamada História Cultural é uma nova linha de pesquisa que se difere da História dedicada a estudar as artes, a literatura, a filosofia, deve ser encarada como a Nova História Cultural, que não descarta as expressões culturais das classes sociais elevadas, mais prioriza a construção histórica a partir das manifestações das massas anônimas, por aquilo que é considerado popular.Existe na Nova História Cultural (NHC) a preocupação em retratar os conflitos e as estratificações existentes nas classes sociais, através de uma história plural que apresenta caminhos alternativos para a investigação do problema.
Trabalhar com o termo cultura, para Burke, é ainda uma tarefa mais difícil do que definir o "popular", pois este termo já foi utilizado para se referir às artes e àsciências, posteriormente empregado na descrição de manifestações populares, e por último, para designar artefatos e práticas sociais. Na Antropologia encontra-se o expressivo conceito tyloriano onde cultura é o "todo complexo que inclui conhecimento, crença, arte, moral, lei, costumes e outras aptidões e hábitos adquiridos pelo homem como membro da sociedade".

Desenvolvimento
O surgimento da novahistória.
A Nouvelle Histoire foi criada a partir da necessidade de se pensar e de se trabalhar uma história não mais fundamentada em grandes nomes políticos e sim nos vários fatores que estão nas entrelinhas. Para isso foi necessário que se criasse uma revista cientifica sobre os assuntos e as vertentes históricas a serem trabalhadas. Revista essa que se intitula annales d’historie economique etsociale. Essa revista pode ser considerada o primeiro passo pra poder se pensar a “nova história”. Essa nova história teve seu surgimento a partir de debates entre várias vertentes das ciências sociais, tais como os próprios historiadores, sociólogos, geógrafos e filósofos no século XX. Antes da história interagir com as ciências sócias a história era elaborada só à partir de “grandes” fatosfeitos por algum líder político, com o surgimento da nova história essa centralização acaba e se ver a história de várias ópticas diferentes e até de visões totalmente antagônicas, não só se ver a história dos vencedores, por exemplo, com o surgimento da nova história pode-se interpretar a história pelo ponto de vista do excluído socialmente, do menos favorecido economicamente, do não alfabetizado mascom vasta experiência de vida, do não religioso, enfim, pode-se trabalhar com o ponto de vista do “topo da pirâmide”, como também se pode trabalhar com a com o ponto de vista da “base da pirâmide”.

Concretizada na revista “Analise da história, economia e sociedade”, a história toma outra vertente e os historiadores começam a criticarem o antigo método que seria totalmente político, sendo usadono intuito de só ressaltar os “grandes feitos realizados pelos grandes”, esse método não questionava absolutamente nada, só datava o acontecimento ocorrido e seu líder que o fez. A criação da revista veio se fundamentar no final da década de 20 do século XX, mais precisamente no ano de 1929 na renomada universidade de Estrasburgo por Lucien Febvre e Marc Bloch.

Com o aparecimento da novahistória a história até então tradicional some e se uni as ciências sociais, principalmente com à sociologia, sendo assim possível com esses novos instrumentos de pesquisa, chegar a uma resposta ou vária srespostas sobre o objeto ao que se pesquisa e na maioria das vezes chegando a inúmeros questionamentos, coisa que antes não existia. Com a nova história não se estuda mais um sujeito em particular,nem muito menos o que esses indivíduo fez, agora se estuda quem ele foi ou o que ele fez a partir de várias analises: psicológicas, econômicas, sociais, políticas, culturais, religiosas, as estatísticas, o imaginário das pessoas, as histórias orais, os documentos, etc. Tudo isso interpretado de várias formas. Sendo assim a nova história abandona o pensamento de que nenhum fato ocorrido poderia...
tracking img