Linguistica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2277 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Livro: No Reino da Fala - Eleonora Motta Maia
Capitulo 1 : Descobrindo a fala
Existem dois tipos de conceituação de linguagem: uma que restringe à fala e à escrita e outra que abrange-a como qualquer forma de comunicação. A parte comum entre esses conceitos é a crença na importância da comunicação para a vida social. As divergências vão até ao ponto em que a comunicação e a linguagem são amesma coisa. Consideram-se dois critérios, o da eficácia e o da estrutura.
Ambas as explicações são racionais pois a conceção de linguagem não é única uma vez que estas perspectivas estão lado a lado visto que usamos casualmente expressões como “linguagem gestual” ou quando referimos a o que nos diferencia dos outros animais que é a linguagem. Quando analisamos a linguagem como um todo estamosfazendo a Semiótica e quando restringimos estamos fazendo a Linguística.
Para abraçar tanto uma como a outra depende de: opção, talento e oportunidade. Independentemente do que nos faz estudá-las nunca é demais saber um pouco mais sobre o terreno que é a investigação científica. Muitas ciências se interessam direta ou indiretamente pela linguagem, umas compartilhando a visão ampla e outras a visãoestrita.
Se tomarmos arbitrariamente a fala como ponto único ponto da linguagem corremos o risco de perder de vista outros aspetos importantes da linguagem, trucando a compreensão da sua totalidade. Mas se tomar a fala como um ponto de partida para a investigação por questão de método, é um bom caminho para se chegar ao todo sem temer que a linguagem se turve ou desapareça.
A linguagem pode sercom maior ou menor exatidão. Uma linguagem artificial, de computação por exemplo, é claríssima, em contrapartida nas linguagens artísticas é vaga e obscura. Entre esses extremos está a linguagem natural que apresenta-se inicialmente no individuo ou na sociedade. É uma linguagem flexível dependendo do contexto linguístico e situacional em que se está inserido e a pronúncia que varia com a procedênciaregional e social do falante. Essa flexibilidade das línguas naturais deve-se à história de seu uso e também à estrutura dando certas propriedades como a segmentabilidade e a combinabilidade.
Considerando os pontos de vista histórico e estrutural as línguas naturais são principalmente faladas, lembrando que também há línguas naturais gesticuladas dos surdos. Sendo o Homem um animal que trabalhaé vantajoso utilizar a audição para comunicação deixando os demais sentidos livres para exercerem outras atividades, então esta é uma razão histórica para o primato da fala. Uma razão estrutural é que a fala é produzida através das vias respiratórias, tem articulações naturais o que a torna segmentável, combinável e portanto comunica-se com menos recursos.
A dependência do canal auditivo dificultausos precisos e convencionais da fala enquanto que a segmentabilidade e a combinabilidade facilitam. Nas línguas naturais tem-se uma permanente e produtiva tensão entra vagueza e clareza. A fala é considerada chave importantíssima para linguagem natural graças a essa tensão e à segmentabilidade.
As condições exatas de um enunciado nunca se repetem devido à identidade física. A fala é um fenômenoacústico sujeito a ilusões psicológicas. O reconhecimento da fala não baseia-se na contribuição linear de cada segmento e sim na configuração acústica, portanto mesmo omitindo alguns sons ouve-se o enunciado da maneira que deveria ser pronunciada. Essas identidades, a física e a psicológica, fazem a fonética.
A fonética estuda sons cuja principal característica é a variabilidade estruturada. Nafala nenhum som é exatamente igual ao outro. Devidos aos movimentos articulatórios os sons fisicamente semelhantes são agrupados como base para uma identidade psicológica.
Todas diferenças fonéticas são igualmente exploradas para fins de comunicação. A combinação de critérios comunicativos com critérios físicos e psicológicos da fonética é a tarefa da fonologia. A fonologia erige-se sobre o...
tracking img