Linguagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1369 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A lingüística das antigas civilizações

As lingüísticas, entendidas atualmente como o estudo científico da língua, é uma ciência recente, mas que se fundamenta num vasto contingente de conhecimentos desenvolvidos pelas mais diversas culturas desde a idade antiga. Deste modo, para se compreender melhor as modernas teorias lingüísticas, é necessário prioritariamente, estudar e entender alinguagem na história, estudo esse objetivando: Depreender como o homem, em diversas nações (culturas, sociedades, concebeu historicamente a linguagem. Nessa depreensão, dois aspectos são relevantes: a) qual a concepção de linguagem; b) que contribuição traz para a lingüística? Assim, vejamos a seguir a concepção de linguagem de oito civilizações (estudadas conforme Kristeva, 1969) egípcia, suméria eacádia, chineses, hindus, fenícios, hebreus, gregos, destacando suas perspectivas contribuições para a lingüística. A primeira civilização estudada, os egípcios, via escrita como algo divinizado, somente os melhores cidadãos (escribas) poderiam estar aptos a estudá-la. A linguagem egípcia não separava o significante (som) do significado (conceito), portanto os signos eram símbolos estilizados do real,havendo para isso logogramas, fonograma e determinativos fonéticos. Champolion, historiador responsável por decifrar esses signos, apontou três tipos diferentes de decifração destes signos a partir da Pedra da Roseta possibilitou o conhecimento da cultura egípcia da época. Já os sumérios, povos habitantes da região de Crescente Fértil, possuíam uma escrita cuneiforme, ou seja, feita em cunhas(tabinhas de argila). A escrita suméria possuía logogramas, signos com valor de vogal e consoante, além de determinativos fonéticos. Para ele “catalogar a língua significa catalogar o real”. Posteriormente os acádios se apropriam dessa escrita, fonetizando-a. significado e significante deixam de ser um só; a escrita livra-se da materialidade externa. Os chineses, por sua vez, apresentaram uma línguacom uma complexidade ímpar. A língua é rica em homofonias; uma mesma palavra (geralmente

monossilábica) pronunciada em quarto tons diferentes pode ter diversos significados. Alem disso, os chineses não “evoluiu” para o alfabetismo, isso se deve sobretudo ao isolamento milenar desse povo. Essa língua apresenta pictograma, símbolos tomados por empréstimo e determinativos fonéticos. Vale destacarque nessa língua as noções de “sem conceito-coisa” estão fundidos num mesmo signo. Trata-se também de uma língua predominante

sintaticamente, os símbolos só podem ser interpretados de acordo com o contexto. Os hindus, ao contrário de algumas civilizações anteriores, que viam a escrita como algo sagrado, deixavam-na em segundo plano. As noções lingüísticas derivam da literatura védica e dosânscrito (substituída pelo Pakrit). Para os hindus, a escrita tinha uma conotação sexual, no sentido de que ela abre a cabeça “do mesmo modo como uma mulher com ricos adornos o faz ao seu marido”. A língua é imbuída muitas vezes de tá presente nos estudos lingüísticos indianos. Os fenícios são considerados os inventores do alfabeto. Sabe-se que este era consonântico, ou seja, marcava apenas o“esqueleto”, a parte primordial da palavra, constituída por consoantes. Cabia ao leitor marcar na leitura a posição das vogais. O alfabeto fenícios, com o seu numero reduzido de signos, popularizou-se, chegando até a Grécia. Já os hebreus não desenvolveram um estudo lingüístico consolidado como os chineses ou os hindus, pelo contrário, a língua era considerada algo divino, surreal (aspectos da importância dalíngua estão presentes em passagens bíblicas, como a Criação – nomear algo necessário). Os gregos apresentam a língua como um sistema formal. Existe várias concepção que norteavam os estudos gregos: os estóicos, que acreditavam no atomismo, ou seja, a língua possuía “átomos fônicos” Mais tarde Platão diz que “não só o referente está separado do significado”, como o significado o precede....
tracking img